31 agosto 2010

Mídia Livre




Do 'Pasquim' aos Blogs

Laerte Braga escreve:

O 1º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas realizado na cidade de São Paulo nos dias 21 e 22 de agosto mostrou uma realidade que, se já era visível, não tinha ainda contornos ou caminhos possíveis para uma revolução nas comunicações, sem perda das características básicas da rede mundial de computadores. Ou do princípio fundamental da Internet.

A liberdade concreta de um modelo alternativo de comunicação, capaz de nos livrar da ditadura da mídia privada. Os mais recentes levantamentos sobre o papel e a força da Internet mostram que jornais e revistas já foram superados pela rede.

O aspecto mais importante talvez tenha sido o do trazer ao mundo real o mundo virtual e mostrá-lo vivo, pujante e visível, em carne e osso. A conseqüência será a medida da percepção de cada um dos participantes, de todos os internautas de um modo geral, do poder que existe, no curso desse processo, de conduzi-lo a caminhos de liberdade ampla e irrestrita, uma espécie de grito do ser humano que se recusa a ser coisa, objeto.

Não há censura, ou como foi dito por um dos participantes, "fugimos da censura da mídia privada". A notícia escondida, o fato ocultado, os interesses de grupos prevalecendo sobre aquilo que fato acontece.

Há alguns anos atrás um cientista de uma universidade norte-americana anunciou que em breve seria possível captar do espaço todas as palavras ditas pelo ser humano desde o primeiro. Isso tornaria possível ouvir Nero, por exemplo, no momento de sua morte, dizer "que grande homem perde Roma". Ou Bertold Brecht afirmar que aquele que luta "por toda a vida é indispensável"... O ugh ugh do primeiro de todos, o Brucutu.

A dificuldade, segundo o cientista, seria separar as vozes em canais próprios a cada uma delas, do contrário teríamos apenas uma zoeirada sem tamanho.

A internet e o papel dos blogs separam as vozes e mais isso, proclamam as diversas vozes que muitas vezes são caladas pela opressão, qualquer que seja a sua forma.

Há perigos, evidente, a rede é controlada por quem vive a "embriaguez do arsenal militar", pode pará-la a qualquer momento - pelo menos em tese -, já existem tentativas de mecanismos legais de censura (projeto apresentado através do senador Eduardo Azeredo ao Legislativo brasileiro e com similar, a fonte é uma só, em todo o mundo cristão e ocidental), ou de intimidação, como meios mais sofisticados para identificar revolucionários nesse sentido, nesse campo, enfim.

O jornal O PASQUIM cumpriu um papel decisivo na luta contra a ditadura militar. Transformou sisudos generais e seus apetrechos de barbárie em ridículo sem tamanho forçando-os a uma retirada que se não é total (os torturadores continuam livres, impunes), avança e será assim com certeza num determinado ponto, nem que seja onde as paralelas se interceptam no infinito.

O 1º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas trouxe um elemento novo a essa perspectiva de um mundo alternativo, diferente dessa dialética entre barbárie civilizada na forma de hambúrguer e barbárie em si, nas bombas despejadas sobre países como o Afeganistão.

O da construção coletiva, diversa na multiplicidade de idéias, de caminhos, mas convergente na necessidade de trilhas e estradas comuns.

E uma ética que nada tem a ver com a frieza do caiu um avião e morreram duzentas e tantas pessoas, ou de um dossiê fajuto.

É uma combustão que explode em liberdade. Só isso.

Desde o conjunto regional do jornalista Luís Nassif às discussões e experiências de uma nova linguagem. Não tem freios, nem peias, mas tem sentido e está decodificada em cada manifestação viva de humanidade.

É como uma proclamação "sou um ser humano, tenho pernas, braços, tenho liberdade para pensar, para caminhar e caminhos para me irmanar fora de todo o ozônio que sufoca cada espírito de vida", por redundância que espírito de vida pareça.

É o contraponto ao caos, embora possa à primeira vista parecer o contrário. Vai na direção oposta do pessimismo de Huxley, ou do cientificismo histórico de Toynbee.

No caso específico do Brasil é um grito insurgente contra a ditadura da mídia privada. GLOBO, o exemplo maior. A fonte mais forte de toda a barbárie nas suas mais diversas formas e manifestações. Inclusive sabão que lava mais branco, tira manchas infalível e odor da natureza a cada trinta minutos para você flutuar.

Ou VEJA e seu cinismo de mentiras digeríveis pela classe média. FOLHA DE SÃO PAULO saudosa da "ditabranda". Nem falo do ESTADÃO, lá ainda não chegaram à abolição, ainda reina soberano e com pompa o imperador Pedro II.

Mas falo da RBS e do estupro escondido, ocultado porque praticado por filhos de senhores de gente e da mídia. Presumidamente senhores.

É óbvio que o poder, entendido como camarilha no bunker do institucional, tente de todas as formas silenciar esse canal. Há jornalistas como Paulo Henrique Amorim, Celso Lungaretti que estão teoricamente sufocados por processos vários de bandidos diversos (Daniel Dantas, Gilmar Mendes, Boris Casoy, etc). São incapazes, os bandidos, de perceber que na verdade essa expressão, ou esse tempo de verbo, sufocado, no duro mesmo significa liberto da penosa tarefa de engolir sapos. Diferente de William Bonner, que, naturalmente, desenvolveu um aparelho digestivo capaz de trogloditar qualquer falta de ranhura nas pistas de um aeroporto em nome da companhia relapsa e criminosa na manutenção, no clássico "a culpa é do piloto".

Blogs e a Internet no seu todo rompem essa cadeia de "quem quer um bom dia?" Depende do que seja o bom dia, isso atormenta a essa gente.

E há anônimos blogueiros, que como cometas a uma velocidade imperceptível ao olho humano, mas que sensibiliza e desperta humanos, despejam o lixo que os tais donos escondem debaixo do tapete.

Tudo tem seu lugar, seu tempo, há dimensões várias ao longo da História. O encontro serviu para mostrar que além disso o caminho é o do compromisso básico e fundamental com o caos organizado, mas sempre caos, e caloroso da liberdade e da vida em seu sentido e em sua essência. Em sua razão de ser.

E não importa que seja um jornalista consagrado como Luís Carlos Azenha, ou um engenheiro fotógrafo por amor à imagem, Castor, mas o blog que exibe as contradições de uma sociedade organizada em torno de fachadas.

A tarefa é colocá-las, as fachadas, abaixo. A ética e só a da verdade contida em cada luta pela preservação da espécie em cada um dos caminhos importantes à espécie. Vale dizer não passa por gente como Fernando Henrique e sua presunção de semi deus. Ou José Arruda Serra em sua arrogância de anjo guardião do inferno capitalista.

Passa por cada um no caos livre de todos somados na alternativa possível.

Não há donos do estoque de ar. Nem estoques de ar. Existe apenas o ar.

O encontro foi um primeiro passo. Dali é possível perceber a realidade imediata de cada um, a cidade, a comuna, inserida no todo. E juntar cada Brancaleone na utopia possível, porque começa a ser real. A se mostrar factível. Mesmo porque quem procurou utopia até hoje procurou perfeição, não se ateve à necessidade das imperfeições.

De algumas pelo menos para não ser tão radical. E muitas são indispensáveis para não dizer ótimas.

De tudo o que se falou, o que se ouviu, até o que se pensou em silêncio meditabundo como diria Stanislaw, nada precisa ser peneirado porque ao fim restou a certeza que está desperto o ser humano na sua totalidade e está declarada uma guerra pacífica até um certo ponto (guerra não é sempre feita com armas de tiro, digamos assim, mas as de idéias também), mas aguda, viva.

Quando Elizabeth Bishop disse que "o paraíso deve ter sido muito chato", levantar, comer maçãs, olhar a natureza, afagar os leões, dormir a sesta e repetir tudo até a noite, se é que noite havia, estava conclamando a olhar o outro e perceber-se nele. A uma fusão que é estelar no sentido da vida plena, livre, algo incapaz de ser compreendido por quem acha que o português de Adoniran Barbosa prejudica a qualidade de suas letras (já ouvi essa besteira de um intelectual padrão FHC).

O que tudo isso tem a ver com Bolsa de Valores? Tem tudo. Azar dos caras da bolsa que não entendem nada.

É por aí o mundo alternativo.

Consolidado num Barão de Itararé. "Um bom jornalista é um sujeito que esvazia totalmente a cabeça para o dono do jornal encher nababescamente a barriga".

O blogueiro não. É como pobre, "quando enfia a mão no bolso tira no máximo cinco dedos".

E muitas esperanças e caminhos.

Nada a ver com O Homer Simpson conceituado e definido por William Bonner, paladino da cabeça vazia.

*Laerte Braga é jornalista

Fonte: Jornal O Rebate - http://www.jornalorebate.com.br

30 agosto 2010

Convite












*Nesta sexta, 19 h, em Porto Alegre, lançamento do livro 'A Modernidade Suspensa', do vereador Adeli Sell.

(Clique na imagem para ampliar)

29 agosto 2010

Carta da Unidade Popular pelo Rio Grande

Unidade Popular apresenta Carta aos Gaúchos e Gaúchas

Porto Alegre/RS - Foi num grande ato político, que reuniu mais de 400 pessoas, entre militantes e representantes de diversos setores da sociedade, que Tarso Genro e Beto Grill, candidatos ao governo do Estado pela Unidade Popular Pelo Rio Grande, lançaram, neste domingo (29) pela manhã, a Carta aos Gaúchos e Gaúchas. No documento, Tarso assume compromissos “sérios e irrevogáveis” e anuncia metas e projetos para, caso seja eleito, implantar no seu governo à frente do Estado. A Carta, segundo ele, é o compromisso assumido em construir propostas concretas para o desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Sul.

O documento detalha projetos, inclusive, apontando origem e destino dos recursos e, para confirmar sua determinação em cumpri-los, já anexa o texto de minutas de Projeto-de-lei. O primeiro deles prevê a criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul e outro, que institui o Programa de Estruturação, Investimento e Pesquisa em gás natural, petróleo e indústria naval do Rio Grande do Sul. E, além disso, assume o compromisso de reimplantar o Orçamento Participativo no Estado.

A Carta apresenta o ProRedes RS (Programa de Retomada do Desenvolvimento Econômico Social do Rio Grande do Sul), um programa para o Rio Grande crescer no ritmo do Brasil. O ProRedes abrange todas as áreas de desenvolvimento do Estado. São compromissos com o desenvolvimento social e políticas públicas, com o desenvolvimento econômico e o crescimento sustentável, com o desenvolvimento humano, inclusão e emergências sociais.

No ato de lançamento, Tarso Genro salientou que a Carta é uma “plataforma para a construção de um novo Rio Grande, para o qual nós convocamos todas as forças políticas democráticas que querem mudar o Rio Grande, tirá-lo do atraso e da letargia”. Tarso também disse que o documento apresenta metas determinadas e convoca gaúchos e gaúchas para construírem um novo Rio Grande.

A Carta aos Gaúchos e as Gaúchas tem como marca a participação de todos os segmentos da sociedade e foi resultado de mais de seis meses de debates das Caravanas pelo Rio Grande, que envolveram mais de 20 mil pessoas em todas as regiões do Estado. Também contou com a participação dos partidos que fazem parte da Unidade Popular, das 150 Plenárias Livres e do estudo técnico de viabilidade pelos técnicos dos partidos.

Do ato participaram representantes de todos os partidos da Unidade Popular e de todos os vários segmentos da sociedade como o das mulheres trabalhadoras na construção civil, do movimento tradicionalista gaúcho e do movimento de pessoas portadoras de deficiência.

No ato, também foi divulgado um caderno atualizado do Programa de Governo, já com as propostas encaminhadas pelos partidos que integram a coligação, pela população e segmentos sociais, durante a primeira fase da campanha eleitoral. (...)

*Fonte: http://www.ptrs.org.br/

(Edição e grifos deste blog)

'Dilma: uma mulher com trajetória consolidada'

Retrart 100826 0198

'Ela será dura, mas sem perder a ternura!'

Porto Alegre/RS - O assessor da Presidência da República para Assuntos Internacionais e coordenador do Programa de Governo da candidata à Presidenta Dilma Rousseff (PT), Marco Aurélio Garcia (na foto acima com Paulo Ferreira), disse em debate realizado em Porto Alegre na noite desta quinta-feira, 26, promovido pela Revista Voto, que ela “é uma pessoa com excelentes antecedentes administrativos e políticos. Uma mulher de trajetória consolidada”. Na Presidência da República, “ela será dura, mas sem perder a ternura”. Participaram também do debate Um Encontro de Líderes pelo Futuro do País, mediado pelo cientista político Marcos Toryjo, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), o diretor da empresa João Batista Sobrinho (JBS-Friboi), Joesley Mendonça Batista; o presidente da Brasilinvest, Mário Garnero; e o vice-presidente da Engevix Engenharia, Gerson Almada.

Presente ao primeiro evento do programa Brasil de Ideias da revista, realizado no Sheraton Hotel, o candidato Paulo Ferreira 1351 Deputado Federal PT/RS disse que “a iniciativa, louvável, é mais um trabalho exemplar, qualificado, da Revista Voto, que desenvolve um projeto plural que dignifica o jornalismo gaúcho”.

Marco Aurélio Garcia começou dizendo que “as eleições têm influência sobre a política como a Copa do Mundo tem sobre o futebol. É quando os grandes problemas do País vêem à tona. O processo eleitoral é um momento de esclarecimento”. Salientou que “o Brasil é um País que estava conformado com um pequeno crescimento e não se preparou, não investiu em ciência e tecnologia e em ensino técnico” e lamentou que ainda não tenha se estabelecido um consenso sobre a reforma tributária, que “não é um tema para ser resolvido por um pequeno grupo, mas debatido por toda a sociedade”.

Na área de financiamento, Marco Aurélio disse que “houve uma mudança substancial. O Banco do Brasil e a Caixa entraram no financiamento da casa própria de forma generosa e os bancos particulares fizeram o mesmo”. Disse que “empresas brasileiras se internacionalizaram como nunca. Seguiram as pegadas da nossa política externa”. Afirmou que tem divergências com o senador Álvaro Dias, mas “gosto mais dele, que faz oposição, do que do Serra, que não faz. Não existe País onde não existe oposição. Respeito ao adversário é respeito à cidadania”. Destacou que “temos uma grande candidata à Presidência e outro que tentou subir na garupa, mas o cavalo corcoveou”.

Ao constatar que no último período São Paulo cresceu menos que o Brasil, Marco Aurélio disse que “a questão no Brasil não é crescimento, só. Nós conseguimos reunir crescimento com inclusão social. O Brasil está no centro do debate internacional. Na Grécia foi questionado porque aquele País não seguia o exemplo da política econômica do Brasil”. Na área de infraestrutura, disse que já não temos “tantos problemas como tínhamos há oito anos, inclusive com um apagão”. Sobre denúncias de corrupção, afirmou que “não acredito que alguém tenha o monopólio da moralidade no País. Se houve exposição maior do problema é porque houve investigação. E a Polícia Federal nunca trabalhou tanto como agora. Antes, não. Antes tinha o engavetador da República”, provocou. “Não tivemos processos de privatização obscuros, que nunca foram esclarecidos”, complementou.

Marco Aurélio disse que Lula assumiu um País em que “os excluídos nunca tiveram nenhum agrado”. Provocado, afirmou que “aqui não há perigo de mexicanização num período de muitos anos de Governo. No México, o PRI ficou um período longo, mas não por meios democráticos e sim através de eleições fraudulentas e um regime autoritário. Não é o caso do Brasil, que tem oposição e uma imprensa atuante e que é quase toda a oposição”. (...)

*Leia
mais no Blog do Paulo Ferreira - http://www.ferreiranaweb.com.br/blog/

Foto: Marco Aurélio Garcia e Paulo Ferreira

Fonte: Ferreira na Web - Edição e grifos deste blog

28 agosto 2010

'E algum remédio que me dê alegria...'



*Todo amor que houver nessa vida - de Cazuza e Frejat - canta Cássia Eller

Ibope mostra Dilma com 51%













Dilma supera a marca dos 50%

A candidatura de Dilma Rousseff segue a marcha de crescimento sustentado nas pesquisas de intenção de votos e agora alcançou 51% (oito pontos a mais do que no levantamento anterior). Por outro lado, José Serra (PSDB) continua em queda, passando de 32% para 27%. Marina Silva (PV) oscilou de 8% para 7%.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal Estado de S. Paulo e pela TV Globo.

Dilma abriu uma vantagem de 24 pontos percentuais sobre Serra. Na pesquisa anterior, eram 11 pontos. Contando os votos válidos, ela está com 59% das intenções. "A performance de Dilma já se equipara à de Luiz Inácio Lula da Silva na campanha de 2006. Na época, no primeiro turno, o então candidato petista teve 59% dos votos válidos como teto nas pesquisas", diz a reportagem do Estadão.

Ultrapassagem em SP

Assim como mostrou o Datafolha, Dilma já superou Serra no estado de São Paulo (42% a 35%) e atingiu o dobro das intenções de voto em Minas Gerais (51% a 25%). Estes são os dois estados com maior número de eleitores. Se surpreende o desempenho em redutos tucanos, a liderença de Dilma no Rio de Janeiro é impressionante: 41 pontos de frente em relação ao tucano (57% a 16%).

Todas as cinco regiões do país estão com Dilma na liderança da pesquisa Ibope. O destaque é o Nordeste com o triplo de votos do tucano (66% a 20%%). No Sudeste, ela vence por 44% a 30%, e no Norte/Centro-Oeste, por 56% a 24%. O cenário no Sul é o mais apertado: 40% a 35%. "Mas também entre os sulistas se verifica a tendência de crescimento da petista: ela subiu cinco pontos porcentuais na região, e o tucano caiu nove", afirma o Estadão.

Preferida entre as mulheres

Segundo o jornal, "com boa parte de sua propaganda direcionada à conquista do eleitorado feminino - dando destaque à possibilidade de uma mulher assumir pela primeira vez a Presidência -, Dilma cresceu mais entre as mulheres (nove pontos) que entre os homens (cinco pontos)".

A taxa de rejeição à candidata petista oscilou dois pontos para baixo, mas se mantem praticamente a mesma desde junho, próxima dos 17%. No caso do candidato tucano, 27% afirmam que não votariam nele em nenhuma hipótese.

Fonte: com informaçõs do jornal O Estado de S. Paulo.

*Fonte: Dilma na Web http://www.dilma13.com.br/

Compromisso com os professores












'Vou implantar o piso, valorizando o plano de carreira'


Tarso, em debate realizado no CPERS/SINDICATO, assumiu compromisso com o piso dos professores estaduais

Porto Alegre/RS - A valorização dos trabalhadores em Educação e a melhoria do Ensino Público foram os temas que fizeram parte do debate entre os candidatos ao governo do Estado promovido pelo CPERS. Os postulantes ao Palácio Piratini responderam diversas perguntas elaboradas pela direção do Sindicato. Durante o evento, Tarso Genro destacou as ações que adotou como ministro da Educação do Governo Lula. Tarso lembrou que o Fundeb e a Lei do Piso Nacional do Magistério têm a sua assinatura.

“Estou comprometido com o piso. Enquanto ministro da Educação e da Justiça, tratei de reivindicações com os servidores. Conseguimos aumentar os salários dos policiais federais e rodoviários e dos professores das universidades federais. Juntamente com o CPERS, vou implantar o piso, valorizando o plano de carreira”, ressaltou o representante da Unidade Popular Pelo Rio Grande.

Tarso também defendeu a realização de avaliação por mérito na Educação, contrário ao conceito de meritocracia utilizado pela iniciativa privada. “Na nossa gestão a meritocracia não terá vez! Isto não serve. O que serve para a educação é a verificação completa dos serviços prestados a partir de metas a serem cumpridas pelo Estado para viabilizar a qualidade do sistema educacional”. O candidato citou o exemplo de um profissional que faz uma pós-graduação e é valorizado por isto.

Outra garantia dada por Tarso é que, caso eleito, não usará a Brigada Militar para reprimir manifestações dos servidores públicos e que manterá o diálogo permanente com a categoria. Nas considerações finais, Tarso destacou a qualificação da Educação e o combate à corrupção como pontos centrais do seu Programa de Governo. “Queremos colocar o Estado em um novo patamar civilizatório e progressista. Iremos intensificar o combate à corrupção e colocar a educação como elemento central do nosso projeto para que possamos recompor nossa visão de igualdade e desenvolvimento”.

Foto: Caco Argemi

Fonte: http://www.ptrs.org.br/

*Edição e grifos deste blog

'Vencer ou Vencer'!


ADELI SELL: 'VENCER OU VENCER!'


Presidente do PT da capital diz que a vitória está próxima e que temos agora que intensificar - ao máximo - a militância.

O Presidente do PT da capital, vereador Adeli Sell, fez hoje um apelo a todos os petistas, a começar pelos seus colegas de direção, dirigentes das Zonais, núcleos e setoriais de base.

A idéia é que a militância esteja presente em todas as atividades – bandeiraços, caminhadas, contatos pessoais, etc - chamadas pelo partido, com sol, chuva, tempo bom ou ruim, visando atingir o coração e a mente de todos os portoalegrenses e garantir a vitória de Dilma, Tarso, Paim, Abgail e uma forte bancada de deputados estaduais e federais.

Adeli salientou ainda que chamou mais uma reunião dos blogueiros e tuiteiros para esta segunda-feira, 18h30min, na sede do PT municipal (João Pessoa, 785), para também, por estas vias, fazer a diferença, sempre respeitando os adversários e os eleitores.

"Para continuar crescendo no País e colocar o Rio Grande na mesma trilha do desenvolvimento, para reeleger de modo especial nosso senador Paim, vamos redobrar esforços para colocar a militância na rua e no espaço eletrônico. Sempre com os pés no chão, sem partida ganha, mas com uma partida com tudo para vencer sem prorrogação", ressaltou Adeli.

Fonte: Asscom PT-POA

27 agosto 2010

'Datafalha': Tarso muito próximo de ganhar já no 1º turno









TARSO 42%, FOGAÇA 27% e YEDA 14%
Porto Alegre/RS - Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (27) indica a ampliação da vantagem de Tarso Genro sobre o segundo colocado. O candidato da Unidade Popular pelo Rio Grande aparece com 42% das intenções de voto, 15 pontos a frente de José Fogaça, que tem 27%. Yeda Crusius tem 14%. Este é o primeiro levantamento realizado após o início do horário eleitoral e acentua a curva ascendente de Tarso, já verificada em sondagens anteriores.

Em julho, Tarso tinha 35%. No início de agosto, subiu três pontos, indo a 38%, e agora cresce quatro pontos, chegando a 42%. Fogaça continua parado com os mesmos 27% nas três pesquisas.

Yeda Crusius (PSDB) começou com 15% em julho, subiu um ponto no início de agosto (16%) e agora oscilou dois pontos para baixo (14%). Em quarto lugar, aparece Pedro Ruas (PSOL), com 1%. Os demais candidatos foram citados, mas não atingiram 1% das intenções de voto.

A pesquisa, encomendada por jornal Folha de S.Paulo e Grupo RBS, foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto, com 1.225 eleitores, com margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na modalidade de voto espontânea, o índice de indecisos chega a 47%. Tarso também aparece à frente, com 25% das citações, seguido de Fogaça, com 12% e Yeda, com 10%.

A candidata do PSDB é a que tem o maior índice de rejeição entre os entrevistados, com 47% das citações, seguida de Fogaça, com 16%, e Tarso, com 13%. A rejeição da governadora se concentra entre os moradores da Capital e da Região Metropolitana, com 50%.

A preferência do eleitorado pelo candidato do PT aumenta quanto maior é o nível educacional: entre aqueles com Ensino Fundamental, 38% afirmaram votar em Tarso. Entre aqueles com nível médio, o índice sobre para 43% e, entre os do Ensino Superior, sobe para 51%. Fogaça recebe mais votos entre os mais jovens, com 33% das intenções e entre aqueles com Ensino Médio (28%).

Em um eventual segundo turno, se a disputa para governador ficasse entre Tarso e Fogaça, 50% votariam no petista e 38% no peemedebista.

*Fonte: sítio do PT/RS

Edição e grifos deste blog

26 agosto 2010

Jantar 'Advogados com Paim' foi um sucesso!

Foto: Tatiana Feldens - Asscom PT-POA
Foto: Adeli Sell, Paulo Paim e Julio Garcia
'SOU ADVOGADO, SOU PAIM'

Jantar reuniu mais de uma centena de profissionais

Foi um verdadeiro sucesso o jantar de advogados em apoio ao candidato ao Senado Federal pela Unidade Popular pelo Rio Grande (PT, PSB, PC do B e PR), Paulo Paim. O encontro aconteceu nesta última quarta-feira (25.08) no Variettá Bistrô (Rua da Praia Shopping, centro da capital) e reuniu profissionais de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e demais cidades da região Metropolitana.

O momento, de acordo com o organizador do evento, advogado Júlio Garcia, serviu para aglutinar operadores do Direito, como advogados, procuradores, juízes, desembargadores, bacharéis e demais pessoas vinculadas à área jurídica. “Nós avaliamos a importância estratégica do trabalho realizado pelo senador e entendemos que é prioritário dar continuidade ao seu mandato no Senado da República, agora através da reeleição”, afirmou.

O coordenador da campanha, vereador e presidente do PT de Porto Alegre Adeli Sell, reforçou o grande compromisso que a militância terá no próximo período. "Precisamos garantir a presença de Paim no Senado. E vocês são peças fundamentais nesta caminhada", disse Adeli. Paim agradeceu o apoio e a presença de todos e arrancou aplausos dos presentes ao confessar, emocionado, que seu grande sonho na infância era ser advogado.

Os candidatos petistas à deputado estadual e federal, Adão Villaverde e Paulo Ferreira, respectivamente, também prestigiaram o evento.

*Com Tatiana Felders, da Asscom - PT-POA

Nova pesquisa 'Datafalha': 49% x 29%

Dilma abre vantagem e já lidera em SP, RS e PR

FOTO: Roberto Stuckert Filho

Dilma abre vantagem e já lidera em SP, RS e PR

Pesquisa do Datafolha divulgada hoje mostra uma ampliação da vantagem de Dilma Rousseff e uma consolidação do cenário de uma vitória já no primeiro turno. Em relação ao levantamento do último dia 20, a candidata abriu 20 pontos percentuais na frente e passou de 47% para 49% das intenções de voto. José Serra (PSDB) caiu de 30% para 29%, e Marina Silva (PV) ficou estável em 9%.

Contando os votos válidos, Dilma tem 55% e venceria a eleição no dia 3 de outubro. Os eleitores que ainda não sabem em quem votar ou não responderam permanecem em 8%, e os votos brancos e nulos, em 4%. Encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela Rede Globo, a pesquisa tem margem de erro dois 2 pontos percentuais e foi feita nos dias 23 e 24, com 10.948 entrevistas em todo o país.

Liderança em SP e RS

Uma das grandes novidades foi a virada de Dilma em redutos eleitorais da oposição, como os estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul. "Em São Paulo, Estado governado por Serra até abril e por tucanos há 16 anos, Dilma saiu de 34% na semana passada e está com 41% agora. O ex-governador caiu de 41% para 36%. Na capital paulista, governada por Gilberto Kassab (DEM), aliado de Serra, ela tem 41% e ele, 35%", diz reportagem da Folha de S. Paulo.

As constantes visitas aos gaúchos também renderam bons resultados a Dilma. Enquanto ela subiu de 35% para 43% no Rio Grande do Sul, o tucano José Serra caiu de 43% para 39%. "Quando se observam regiões do país, a candidata do PT lidera em todas, inclusive no Sul. Na semana passada, ela estava tecnicamente empatada com Serra, mas numericamente atrás: tinha 38% contra 40% do tucano", afirma a Folha de S. Paulo.

Rejeição aos tucanos

O cenário para um eventual segundo turno é de uma vantagem cada vez mais folgada de Dilma, de 19 pontos percentuais. Segundo o Datafolha, a candidata passou de 53% para 55%. Na contramão, Serra baixou de 39% para 36%.

Também positivo é o resultado na pesquisa espontânea. "Quando os eleitores não escolhem os nomes de uma lista de candidatos, Dilma foi a 35% contra 18% de Serra. No levantamento anterior, os percentuais eram 31% e 17%, respectivamente", afirma a Folha de S. Paulo.

Outro dado que mostra a consolidação da tendência favorável a Dilma é a taxa de rejeição do candidato do PSDB. Se a candidata é rejeitada por 19% dos eleitores, Serra tem 29%, acima dos 27% medidos na semana passada.

A pesquisa está registrada no TSE sob o número 25.473/2010.

*Fonte: sítio http://www.dilma13.com.br

Sinais de nervosismo

'Comando terrorista do PT invade comitê do Serra e obriga veiculação de propaganda falsa'


enganação

'PT tenta associar a imagem de Lula à Serra pra tentar se beneficiar'

Do Blog do Professor Hariovaldo: 'Os sinais de nervosismo da campanha petista já indicavam que eles estavam perdidos, sem rumo, partindo para o desespero e poderíamos esperar os golpes mais baixos dessa gente. Mas ninguém pensava que eles chegariam tão longe como chegaram nessa quinta-feira, fazendo uso de um comando de guerrilheiros terroristas da Venezuela treinados em Cuba para invadir a produtora de vídeo da campanha de Serra, sequestrar os produtores e obrigar a transmissão de um programa eleitoral falso onde o apedeuta parvo é comparado ao nosso grande líder varonil, um absurdo completo. Os homens bons estão indignados. Aguardamos as providências devidas da justiça imediatamente em nome da decência e da moralidade. É um achincalhe por parte deles. Assim não dá.'

*Leia mais destas verdadeiras 'pérolas' no 'impagável' Blog do Professor Hariovaldo de Almeida Prado Clicando Aqui

24 agosto 2010

Serra em queda livre...





Dilma 46% - Serra 28,1%

Pesquisa CNT/Sensus divulgada na manhã desta terça-feira (24) mostra a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, à frente nas intenções de voto, com 46%, contra 28,1% de José Serra (PSDB). Em terceiro lugar está a senadora Marina Silva (PV) com 8,1%. Votos em branco, nulos e indecisos somam 16,8%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Na última pesquisa, a ex-ministra da Casa Civil liderava com 41,6%, Serra aparecia com 31,6% e Marina registrava 8,5%. Votos em branco, nulo e indecisos representavam 14,3%.

"É uma eleição tecnicamente decidida em primeiro turno a partir dos dados de hoje. Dilma tem 55,3% dos votos válidos e os demais candidatos têm 44,7%", explicou Clésio Andrade, presidente da CNT.

“Não estamos afirmando que a eleição terminou. A eleição só acontece no dia 3 de outubro, mas nunca vimos uma pessoa com 40% ou mais de intenção de votos não ir para o segundo turno", esclareceu o diretor do Instituto Sensus, Ricardo Guedes, no sentido de indicar que dificilmente haja uma reviravolta do cenário eleitoral estudado pelo instituto.

A 103ª edição da pesquisa fez uma simulação de segundo turno entre a candidata petista e o tucano. Nela, Dilma aparece com 52,9%, contra 34% do ex-governador de São Paulo. Dentro desse cenário, brancos, nulos e indecisos chegam a 13,%.

Nesta edição da pesquisa, não houve simulação de segundo turno entre Marina e Serra e Dilma e Marina.

Na pesquisa espontânea – a que os nomes de candidatos não são indicados aos entrevistados - Dilma aparece com 37,2% das intenções de voto, contra 21,2% de Serra e 6% de Marina Silva. Brancos, nulos e indecisos representam 30,6%.

Propaganda política
O levantamento atual também levou em consideração questões a respeito das propagandas políticas veiculadas no rádio e na televisão desde o último dia 17 de agosto. Um total de 42,9% dos entrevistados afirmaram acompanhar o horário eleitoral gratuito.

Destes, 56% disseram que Dilma foi a candidata que apresentou a melhor propaganda eleitoral. Já para 34% dos entrevistados, a performance do tucano foi melhor e 7,5% avaliaram que a candidata do partido verde teve a melhor exposição na propaganda eleitoral.

Na avaliação do diretor do Instituto Sensus, o programa eleitoral da candidata do governo teve boa aceitação com uma imagem de leveza, com um programa que emocionou e mostrou resultados. De acordo com Guedes, o candidato tucano, principal adversário de Dilma, foi prejudicado pelo "episódio da escolha do vice", pela "questão da judicialização da campanha" e pela "demonstração de ser contrário à política do presidente Lula".

Expectativa de vitória
Os entrevistados também foram questionados sobre quem ganharia as eleições para presidente da República neste ano, independentemente do voto do eleitor. Segundo o levantamento, 61,8% apontaram Dilma como vencedora, enquanto outros 21,9% indicaram Serra. Para 1,3%, Marina Silva é a favorita. O índice de entrevistados que não responderam ou não souberam totalizou 14,2%.

Em relação à pesquisa realizada em julho, a expectativa de vitória de Dilma subiu quase 15 pontos percentuais. Na ocasião, a petista tinha 47,1%, Serra contava com 30,3% e Marina tinha 2,2%. Não responderam e não souberam: 16,7%.

Rejeição dos candidatos
A rejeição de Marina Silva e José Serra teve um crescimento expressivo nesta pesquisa se comparada com a anterior. Hoje, 40,7% dos ouvidos não votariam “de jeito nenhum” em Serra, enquanto que na edição anterior eles somavam 30,8%. Em relação à Marina, 47,9% não votariam nela, ante 29,7% na pesquisa anterior.

Já o percentual de Dilma de rejeição se manteve estável levando em conta a margem de erro. O atual é de 28,9% e na pesquisa passada era de 25,3%. A petista também subiu a sua aceitação como “única candidata em quem os entrevistados votariam”, com 39,8% nesta pesquisa e na passada, 34,6%.

Para 22,6% dos ouvidos, Serra aparece como o único que votariam, contra 25,5% da edição anterior. Para Marina, 8,3% a indicaram como a única candidata possível. No levantamento anterior, eles somavam 10,9%

Dados regionais
Das cinco regiões do país, Dilma aparece em primeiro lugar em quatro delas, com exceção do Sul, onde José Serra venceria as eleições com 47,8% dos votos. A petista aparece em segundo lugar com 35,7%, seguida por Marina Silva, com 6,9%. Brancos, nulos e indecisos representam 9,3% dos votos.

Na região Nordeste, a ex-ministra da Casa Civil tem seu melhor resultado, com 62,1%. Serra aparece com 19,8% e Marina Silva, com 6,4%. Brancos, nulos e indecisos somam 11,1%.

As regiões Norte e Centro Oeste são analisadas juntas e apontam Dilma com 45%, Serra com 25,5% e Marina com 7,6%. Brancos, nulos e indecisos chegam a 20,5%.

Na região Sudeste, a diferença entre Dilma e Serra é menor. A petista lidera com 39,2%, o tucano com 27,6% e a candidata verde aparece com 9,7% dos votos. Brancos, nulos e indecisos representam 21,8% dos votos.

Votos por gênero
Entre os entrevistados, 49,4% dos homens votariam em Dilma, 28,7% optariam por Serra e 7,6% escolheriam Marina Silva. Dentro desse cenário, brancos, nulos e indecisos chegam a 13%.

Já a avaliação das mulheres indicou que 42,9% votariam em Dilma, 27,4% em Serra, 8,4% em Marina.e 20,3% ainda estão indecisas ou votariam em branco ou nulo.

Nesta edição, o governo Lula e o desempenho pessoal do presidente não foram avaliados com os entrevistados.

Para a 103ª Pesquisa CNT/Sensus, foram entrevistadas 2.000 pessoas, em 136 municípios de 24 Estados, entre os dias 20 e 22 de agosto de 2010. A pesquisa foi registrada no TSE com o número 24.903/2010.

Fonte: http://eleicoes.uol.com.br/2010/

Edição e grifos deste blog

23 agosto 2010

Adeli Sell lançará novo livro










'Porto Alegre, a Modernidade Suspensa'

O vereador Adeli Sell (PT) lançará seu novo livro “Porto Alegre, a modernidade suspensa”, no próximo dia 3 de setembro, às 19 horas, no Instituto Cultural Norte-Americano, onde analisa a cidade em que vivemos, sua vocação e potencialidades. Mas ele não se contenta apenas em constatar os problemas. Fazendo uso de sua experiência de vereador da cidade há quatro mandatos, de ex-secretário da SMIC, professor, livreiro e, sobretudo, por seu compromisso de político engajado na construção de alternativas sociais, Adeli vai atrás de soluções, propondo uma gestão pública que pense no futuro sem deixar o cotidiano de lado.

O livro propõe que haja planejamento estratégico urbano, ambiental e econômico que vá além do período de mandato de cada gestor, projetos e ações que pensem a cidade nas próximas décadas, em sua globalidade. Pois, para Adeli, não basta trocar os problemas de lugar ou maquiar o que está estragado, pois “se a cidade não for pensada como um organismo vivo e íntegro, com todos os seus órgãos saudáveis e concatenados, a capital dos gaúchos seguirá fragmentada e as desigualdades e exclusões serão cada vez mais dramáticas”. No livro, Adeli aborda temas como a cidade legal e a cidade ilegal, mobiliário urbano, circulação e transporte, a exclusão e a inclusão social, a participação popular, além de apresentar um projeto de qualificação estética da capital, o “Pinta Porto Alegre”.

“Com este livro, tenho a pretensão de entrar em campo, jogar o jogo para vencer, sem desprezar adversários e ideias daqueles que pensam diferentemente de mim. Quero dialogar com os diferentes para construir o novo”, diz Adeli.

O que: lançamento do livro “Porto Alegre, a modernidade suspensa”
Quando: 3 de setembro, sexta-feira, às 19 horas
Onde: Instituto Cultural Norte-Americano (R. do Riachuelo, 1257 - Porto Alegre)

Quem é Adeli Sell:

Adeli Sell (foto acima) nasceu no município de Palhoça, em 1953, e criou-se em Cunha Porã (SC). Aos vinte anos, veio para Porto Alegre, onde se formou em Letras, na UFRGS. Professor e livreiro, sempre foi um lutador incansável em defesa da um Estado democrático e igualitário. Adeli foi um dos fundadores do PT, e nestes 30 anos de militância pautou-se por ampliar sua atuação, mas sem perder a referência ideológica. Secretário da SMIC no quarto governo da Administração Popular, apoiou a economia solidária e travou batalha sem fronteiras contra ilegalidades, como pirataria, contrabando e falsificação. Eleito vereador em 1996, atualmente exerce seu quarto mandato na Câmara de Porto Alegre. É o atual presidente municipal do Partido dos Trabalhadores da capital dos gaúchos. (Com Lucia Jahn, Assessora de Imprensa).

*Edição e grifos deste blog

'Quando vem a madrugada'...



*Dança da Solidão - Paulinho da Viola e Marisa Monte

22 agosto 2010

Jantar com o Senador Paulo Paim (II)









'SOU ADVOGADO, SOU PAIM!'

Visando potencializar a candidatura de reeleição de Paulo Paim ao Senado Federal, estaremos realizando, no próximo dia 25 de agosto (quarta-feira), um jantar de apoio ao senador.

A idéia é aglutinar operadores do Direito, como advogados, juízes, desembargadores, bacharéis e demais pessoas vinculdas à área jurídica que avaliam a importância estratégica do trabalho realizado pelo senador e entendem que é prioritário dar continuidade ao seu mandato no Senado da República, agora através da releição.

O jantar será realizado no Variettá Bistrô, que fica no Shopping Rua da Praia, em Porto Alegre, a partir das 20:30. Os convites podem ser solicitados junto ao Gabinete do Vereador Adeli Sell (Coordenador da campanha do senador), através do telefone 3220 4254, com o companheiro Júlio Garcia através do e-mail juliocsgarcia@bol.com.br ou na sede do PT municipal, Av. João Pessoa, 785, em Porto Alegre.

Venha fazer parte desta história. Compartilhe deste momento!

***

Na foto abaixo, momento da inauguração do Comitê Central da campanha do Senador Paulo Paim, em Porto Alegre, dia 19/08 (vide post abaixo), onde aparece este blogueiro (apresentando o 'cerimonial' do Evento) com o Senador Paulo Paim (PT/RS) e com a companheira Abgail Pereira (PCdoB), candidata à senadora pela chapa Unidade Popular pelo Rio Grande - que tem como candidato ao goveno do Estado o companheiro Tarso Genro e, à presidência da República, a companheira Dilma Roussef.












Sou Rio Grande! Sou Paim!

Serviço:
O que: Jantar de apoio a Paulo Paim
Quando: 25/08, quarta-feira
Hora: 20:30
Onde: Variettá Bistrô, que fica no Rua da Praia Shopping

*Com Asscom - PT-POA

21 agosto 2010

'A vida é um moinho'...

Como a velha mídia enganou Stephanie

A vida é um moinho (Cartola)

*Por Rodrigo Vianna

A Stephanie é a estagiária da redação. Trabalha muito, carrega fitas pra lá e pra cá, ajuda a apurar informações, está sempre ligada na notícia do dia. Em poucas palavras: ainda nem terminou a Faculdade, mas está doida pra aprender como se faz o tal “jornalismo diário”.

Pois bem: numa noite dessas, ela estava na mesa de trabalho, ao lado desse escrevinhador e de Marco Aurélio Mello – que é editor do “Jornal da Record” e também comandante-em-chefe do blog “Doladodelá”. A Stephanie tinha um olho no computador (o chefe dela não para de passar novas tarefas) e outro na TV, pra acompanhar o telejornal. De repente, entra a notícia no ar: ”Vox Populi – Dilma 45%, Serra 29%. Dilma pode ganhar no primeiro turno”.

O Aurélio e eu nem nos mexemos, mas a Stephanie arregala os olhos: “gente, eu jurava que o Serra ia ganhar”.

O Aurélio sorri.

“Eu leio a Veja, leio todos os jornais, e pelas notícias eu tinha certeza que o Serra ia ganhar disparado”.

O Aurélio sorri. E eu sorrio também.

“Por que vocês estão rindo? Eu nao tenho a experiência de vocês, mas acompanho as notícias, e tudo indicava que a Dilma não ia conseguir nada nessa eleição”.

Só aí o Aurélio resolve falar: “acho que você andou lendo os jornalistas errados”.

A Stephanie é mais uma vítima da velha imprensa que briga com os fatos. A velha imprensa, que deu espaço pro Montenegro prever que Dilma não passaria dos 15%. Deu espaço pra ficha falsa na primeira página. Deu espaço pra colunistas e comentaristas dizerem os maiores absurdos sobre Lula, Dilma e o Brasil.

Essa turma enganou o seu público. Enganou a Stephanie.

Essa turma tem todo direito de escolher um lado. Nos blogs por aí, muita gente também escolhe um lado. Mas a velha imprensa não faz só isso. Ela esconde os fatos, briga com a realidade, na tentativa de controlar essa realidade.

A Stephanie – que não é tão ligada em política, não é militante, e quer só se informar – já percebeu que algo estranho ocorreu. Quantos leitores, ouvintes e telespectadores também estão percebendo?

Como diria o Cartola, naquela letra belíssima: “quando notares, estás à beira do abismo, abismo que cavaste com teus pés”.

No abismo não vão cair a Stephanie e o restante do público. Vai cair essa turma que briga com os fatos.

A vida é um moinho, e vai reduzir as ilusões a pó!

Sobre isso, vale ler o belíssmo texto de Nassif, na CartaMaior, que traz a análise do diretor do Vox Populi, João Francisco Meira.

Ao comprar a ideia de que Serra era competitivo, contra toda a evidência de um ano atrás, a oposição acabou indo para o caminho que Lula queria. Meira equipara esse episódio às grandes tragédias shakespeareanas, de desdobramentos terríveis quando se toma a decisão errada na política, na guerra e no amor. Os fatos acabam voltando no meio da sua testa, com fúria redobrada.

*Rodrigo Vianna é jornalista, Editor do Blog 'Escrevinhador' - http://www.rodrigovianna.com.br/

Carreata da Unidade Popular


Primeira carreata da campanha em Porto Alegre será neste sábado

Porto Alegre/RS - A primeira grande carreata da Unidade Popular pelo Rio Grande em Porto Alegre está marcada para este sábado (21). A concentração para a atividade, às 14 horas, será no largo Zumbi dos Palmares (antiga Epatur), na esquina da Avenida Loureiro da Silva com a rua José do Patrocínio.

A carreata percorrerá as avenidas João Pessoa, Azenha, Carlos Barbosa, Silva Paes, Teresópolis, Nonoai, Cavalhada, Eduardo Prado, Juca Batista, Edgar Pires de Castro, Estrada João Antônio da Silveira, avenida Nilo Wulff e encerra na Restinga.

O presidente do PT de Porto Alegre, vereador Adeli Sell, está convocando à todos e à todas para participarem desta importante atividade e reforçar a campanha vitoriosa de Tarso, Dilma, Paim e Abgail.

*Com Asscom/PT-Poa - http://ptpoa.com.br

20 agosto 2010

Comitê Central da campanha do Sen. Paim













Inaugurado o Comitê Central pela Reeleição do Senador Paulo Paim

Com a presença de um grande público, representantes de várias entidades de classe, , sindicatos, federações, confederações, dirigentes dos partidos políticos que integram a Unidade Popular Pelo Rio Grande e de vários candidatos à Assembléia Legislativa e à Câmara Federal, da também candidata ao senado Abgail Pereira (PCdoB), ocorreu ontem à noite a inauguração do Comitê Central da campanha pela reeleição do Senador Paulo Paim (PT/RS).

Apoiadores oriundos de vários segmentos sociais, companheiros do movimento sindical, do movimento dos aposentados, dos negros, dos estudantes, assim como integrantes do movimento Hip Hop e outras manifestações culturais reiteraram a importância estratégica da reeleição do Companheiro Senador Paulo Paim e tiveram uma participação especial no evento, que culminou com a 'assinatura' coletiva do mural com a charge do Senador dos Gaúchos (foto acima). Ao final do evento, foi tocado o jingle da campanha, cujo estribilho informa que: "Nestas eleições nosso voto é assim: 131, sou Paulo Paim!"


***

Na foto abaixo, aparece este blogueiro (apresentando o 'cerimonial' do Evento) com o Senador Paulo Paim (PT/RS) e com a companheira Abgail Pereira (PCdoB), candidata à senadora pela chapa Unidade Popular pelo Rio Grande - que tem como candidato ao goveno do Estado o companheiro Tarso Genro).

***






***


COMITÊ


O Comitê Central da candidatura do Senador Paulo Paim, localizado à Rua Vasco Alves, quase esquina com a Rua da Praia - próximo ao Gasômetro/Poa - está à disposição de todos (as) companheiros (as). Compareçam! (JG)

***

Blogosfera em Movimento



Encontro de blogueiros terá 330 participantes de 19 estados

por Conceição Lemes*

Com 330 blogueiros de 19 estados, acontece de hoje até domingo em São Paulo o 1º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas.

O brasileiro tem o hábito de deixar as coisas para última hora. O primeiro encontro confirmou essa prática. O prazo para inscrições era até 13 de agosto. Na nossa última reunião, dia 12, havia cerca de 200 inscritos. Em menos de uma semana, saltaram 380, quando tivemos de interrompê-las. Fechamos com 330.

Sinal de uma vitória da blogosfera. Afinal, o encontro foi pensado e organizado em menos de três meses. Nossas sinceras desculpas àqueles que não puderam se inscrever por falta de vagas. Em 2011, todos nós estaremos juntos no 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas.

A decisão de não ampliar as inscrições foi por questão de responsabilidade. O auditório do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo é para 200 pessoas sentadas. No hall, tem um “puxadinho” com telão, onde cabem mais 100.

Mudar o local na última hora era inviável. Toda a logística – inclusive reserva de hotel e equipamentos para a transmissão ao vivo – foi preparada, considerando o sindicato dos engenheiros. Entupir também o espaço não queríamos, para não gerar desconforto. Daí a nossa difícil decisão.

Mas temos uma ótima notícia. Todos poderão acompanhar o encontro pela internet, via TV Software Livre. É acessível a qualquer navegador.

Clique amanhã, a partir das 9h, no site da TVSL

A propósito, acaba de entrar no ar o planeta agregador do encontro. Fica aqui.

PROGRAMAÇÃO DE SÁBADO E DOMINGO

No sábado, as atividades da parte da manhã vão das 9h às 12h. Programação prevista:

9h, mesa de abertura: Rodrigo Vianna (SP, Escrevinhador) e Leandro Fortes (BSB, Brasília eu vi) falam sobre os objetivos e a dinâmica do encontro.

9h30 às 12h, debate: O papel da internet e os desafios da internet, com Paulo Henrique Amorim (SP, Conversa Afiada), Luis Nassif (SP, Luis Nassif Online ) e Débora da Silva (Santos, Movimento Mães de Maio). Moderadores: Rodrigo Vianna e Leandro Fortes.

No sábado à tarde, a partir das 14h, temas que envolvem o dia a dia dos blogueiros:

14h, painel: Ameaças à internet, neutralidade na rede e questões jurídicas, com Túlio Vianna, professor da Faculdade de Direito da UFMG (MG, Túlio Viana), Paulo Rená (Brasília , Hiperfície) e Marcel Leonardi, especialista em direito digital e professor da Escola de Direito da FGV-SP. Moderador: Diego Casaes (SP, Global Voices Online).

15h, painel: Como financiar a blogosfera, com Geórgia Pinheiro (Conversa Afiada) e Leandro Guedes (SP, Juiz de Fora, Café Azul Agência Digital). Moderador: Renato Rovai (SP, Revista Fórum).

16h, oficina: Narrativas na internet (blogs, twitter,tvweb, tecnologias de uso da web), com Luiz Carlos Azenha (SP, Viomundo), Conceição Oliveira (SP, Maria_Frô), Emerson Luis (Brasília, Nas Retinas), Guto Carvalho (Brasília, Guto Carvalho). Moderador Eduardo Guimarães (SP, Blog da Cidadania)

No domingo, as atividades também começam às 9h. O objetivo é a troca de experiências. Os participantes serão divididos em seis grupos. Cada um terá dois moderadores, que relatarão seus trabalhos, abrindo espaço para que outros blogueiros façam o mesmo, debatam e proponham sugestões.

Grupo 1: Amilton Alexandre (SC, Tijoladas do Mosquito) e Claudia Cardoso (RS, Dialógico)

Grupo 2: Antonio Mello (RJ, Blog do Mello) e Lola Aronovich (CE, EscrevaLolaEscreva).

Grupo 3: Lucio Flávio Pinto (PA, Jornal Pessoal) e Carlos Latuff (RJ, Latuff DevianArt).

Grupo 4: Leonardo Sakamoto (SP, blog do Sakamoto) e e Daniel Pearl Bezerra (CE, Dilma 13 e Desabafo Brasil).

Grupo 5: Emílio Gusmão (BA, Blog do Gusmão) e Cloaca (RS, Cloaca News)

Grupo 6: Helio Paz (RS, Helio Paz) e Rogério Tomaz Jr (BSB, Brasília-Maranhão).

Ao meio dia, plenária com relato dos grupos e aprovação da Carta de Blogueiros: Conceição Lemes (SP, Blog da Saúde do Viomundo ) e Altamiro Borges ( SP, Blog do Miro)

*Via sítio Vi o Mundo - Leia mais em: http://www.viomundo.com.br

Dá-lhe, Cloaca!

CLOACA NEWS INTERPELARÁ JOSÉ SERRA JUDICIALMENTE

.













Ao discursar nesta quinta-feira, 19, no 8º Congresso Brasileiro de Jornais, o candidato do PSDB à presidência da república, Zé Chirico, afirmou que o governo federal financia “blogs sujos”, recusando-se, no entanto, a declinar os nomes dos beneficiários (leia a notícia clicando aqui).
Para que a verdade prevaleça sobre a detração e a maledicência, este humilde cafofo cibernético – que é “sujo”, porém limpinho – representará na Justiça contra o indigitado político tucano para que este nomine as sujidades, revele o valor dos estipêndios e apresente os recibos dos pagamentos feitos pelo Tesouro público.

Nossa douta banca de jurisconsultos já está a postos.

Fonte: http://cloacanews.blogspot.com/

19 agosto 2010

Flávio Koutzii



*Flávio Koutzii, sociólogo, dirigente nacional do PT, foi Deputado Estadual e Chefe da Casa Civil do Governo Olívio Dutra (Frente Popular/RS). É o Coordenador Político da campanha de Tarso Genro ao governo do RS.

TARSO aumenta vantagem









Vox Populi mostra Tarso com 35% e Fogaça, 24%
Yeda Crusius (PSDB) vem em terceiro, com 10% das intenções de voto

A mais recente pesquisa Vox Populi ao governo do Rio Grande do Sul mostra que Tarso Genro (PT) aumentou de seis para 11 pontos percentuais a vantagem sobre o segundo colocado, José Fogaça (PMDB). O petista aparece com 35% contra 24% do peemedebista e 10% de Yeda Crusius (PSDB).

Carlos Schneider (PMN) tem 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Votos brancos e nulos somam 5% e os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 23%. A sondagem foi realizada entre os dias 7 e 10 de agosto, com 800 eleitores. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em comparação ao levantamento anterior, feito de 17 a 20 de julho, o candidato do PT subiu um ponto e Fogaça caiu quatro, passando de 28% para 24%. Governadora e candidata à reeleição, Yeda oscilou dois pontos para baixo, de 12% para 10%.

Na pesquisa espontânea – quando não são apresentados os candidatos – Tarso tem 20%, seguido de Fogaça, com 10% e Yeda, com 7%.

Fonte: http://zerohora.clicrbs.com.br/

Edição e grifos deste blog

18 agosto 2010

Uma história de Vida e de Lutas!



*No vídeo acima, o 1º programa eleitoral da campanha da companheira Dilma Presidenta. Imperdível!

(Via 'Tijolaço', do dep. Brizola Neto)

É Dilma no 1º turno!

Vox Populi: cresce tendência de vitória no primeiro turno

Vox Populi: cresce tendência de vitória no primeiro turno

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta terça-feira pela TV Bandeirantes dá vantagem ainda maior da candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Dilma Rousseff, em relação ao seu adversário José Serra (PSDB).

Segundo o levantamento, Dilma ganharia a eleição já no primeiro turno. Ela está 16 pontos a frente de Serra com 45% das intenções de voto, enquanto o tucano tem 29%.

Em relação à pesquisa Vox Populi divulgada em julho, Dilma subiu quatro pontos percentuais, enquanto Serra caiu quatro pontos. A candidata Marina Silva (PV) manteve, em agosto, os 8% da preferência do eleitorado de julho.

A pesquisa Vox Populi confirma a tendência já apontada pelo Instituto Ibope que Dilma Rousseff poderia ganhar a eleição no primeiro turno. (Do sítio Dilma na Web)

16 agosto 2010

Campanha entra na fase decisiva...

A campanha no rádio, na TV, na internet, nas ruas

Porto Alegre/RS - A campanha ao governo do estado entra na fase decisiva a partir desta terça-feira (17), com o início dos programas do horário eleitoral em rádio e TV. No primeiro dia serão veiculadas as inserções de candidatos proporcionais e, no dia seguinte, da chapa majoritária em nível federal e estadual.

A propaganda na televisão terá cem minutos divididos em dois blocos de 50 minutos cada, que serão veiculados de segunda a sábado, das 13h às 13h50 e das 20h30 às 21h20. No rádio, os programas vão ao ar das 7h às 7h50 e das 12h às 12h50. Às terças, quintas e aos sábados o horário eleitoral é reservado à disputa pela presidência da República e Câmara dos Deputados. Já para os cargos de governador, senador e deputado estadual, as veiculações irão ocorrer às segundas, quartas e sextas. Além disso, há inserções de 30 segundos distribuídas proporcionalmente nos intervalos comerciais do rádio e da televisão. Elas serão apresentadas diariamente, inclusive aos domingos, entre 8h e meia-noite.

Os programas de Dilma Rousseff terão o maior tempo no horário dedicado à disputa presidencial: 10 minutos e 38 seguntos, além de 2 minutos e 33 segundos nas inserções. Tarso Genro também ficou com a maior fatia do horário, com 4 minutos e 50 segundos e mais 1 minuto e 36 segundos de inserções.

Além da exposição de projetos e ideias na mídia, a Unidade Popular pelo Rio Grande reforça o trabalho e vai ocupar espaços e ampliar o diálogo com a sociedade em uma série de atividades de rua. Somente para esta semana estão programados três comícios, além de caminhadas e panfletagens.

A série de atos políticos iniciou na noite desta segunda-feira (16), no terminal integração da estação Mathias Velho, em Canoas. Os outros comícios acontecem na terça-feira (17), em Sapiranga, e na sexta-feira em São Leopoldo.

Também estão agendadas duas grandes caminhadas pelo comércio da capital do estado. Na quinta-feira pela manhã, no centro da cidade e, na sexta-feira, na avenida Assis Brasil. Também na quinta-feira, a partir das 17h, nas ruas de Esteio.

No final de semana a Restinga merecerá atenção redobrada e receberá a primeira carreata, que sai às 14h do Largo Zumbi dos Palmares. Às 16h, acontece comício naquele bairro da zona sul da cidade. Para encerrar a semana com chave de ouro, o domingo prevê a tradicional caminhada no Brique da Redenção.

Portanto, prepare a sua bandeira, reserve adesivos e energia para acompanhar a agenda. Informe-se por este site ou pelas redes sociais dos candidatos. Faça a sua parte e conte conosco.

Fonte: http://www.ptrs.org.br/

14 agosto 2010

Love of My Life



*Queen
- Love of My Life

'Datafalha' joga a toalha...













DILMA 41% SERRA 33%

DATAFOLHA JOGA A TOALHA E DÁ UM CAVALO DE PAU DE 9 PONTOS EM 20 DIAS PARA SE 'ADEQUAR' AO DECLÍNIO TUCANO
Análise da Agência Carta Maior: 'Entre a pesquisa de 24 de julho e a de agora, um intervalo de 20 dias, o Datafolha tira 4 pontos de Serra e adiciona cinco pontos às intenções de voto em Dilma. O que se intui por esse ajuste sem pudor é que a situação de Serra pode ser até pior. Há muito, o esfarelamento de sua candidatura vem sendo constatado por praticamente todos os demais institutos. Só o Datafolha resistia. Ao jogar a toalha sangrando Serra em praça pública com um cavalo de pau de nove pontos, o instituto da família Frias envia uma mensagem devastadora, quase uma admissão pública de que 'não dá mais para segurar'.

O recado pode desencadear um 'salve-se quem puder' na coalizão demotucana, multiplicando-se as defecções na base aliada às vésperas de iniciar o horário político eleitoral. Esse risco é reforçado por outro indicador indigesto revelado pela pesquisa, uma espécie de 'fuja dele se você for candidato' que parece dar razão às estratégias de campanha que já escondem o nome e o rosto de Serra em santinhos. O ex-governador de SP, com declinantes 33% de apoio, já se aproxima dos 30% de rejeição -- está com 28%, segundo o Datafolha.

Confirma-se assim o que outros institutos vinham captando: o tucano se debate espetado em uma cruz feita de porcentuais quase idênticos, mas de sinais trocados, em que a linha da rejeição sobe e a das intenções de votos desaba. A cristianização de sua candidatura, a exemplo do que ocorreu com o presidenciável Cristiano Machado, nos anos 50, abandonado pelo próprio partido, o PSD, que apoiou Vargas, pode se tornar um fenômeno epidêmico nas campanhas demotucanas em todo o país.' (Carta Maior; 14-08)

Edição deste blog

Jantar com o senador Paim










'SOU ADVOGADO, SOU PAIM!'

Jantar dos Advogados com Paim foi transferido (devido a coincidência com o jogo da final da Copa Libertadores) para o próximo dia 25/08, mesmo local e horário

Visando potencializar a candidatura de reeleição de Paulo Paim ao Senado Federal, estaremos realizando, no próximo dia 25 de agosto, um jantar de apoio ao senador.

A idéia é aglutinar operadores do Direito, como advogados, juízes, desembargadores, bacharéis e demais pessoas vinculdas à área jurídica que avaliam a importância estratégica do trabalho realizado pelo senador e entendem que é prioritário dar continuidade ao seu mandato no Senado da República, agora através da releição.

O jantar será realizado no Variettá Bistrô, que fica no Shopping Rua da Praia, a partir das 20:30. Os convites podem ser solicitados junto ao Gabinete do Vereador Adeli Sell (Coordenador da campanha do senador), através do telefone 3220 4254, com o companheiro Júlio Garcia através do e-mail juliocsgarcia@bol.com.br ou na sede do PT municipal, Av. João Pessoa, 785, em Porto Alegre.

Venha fazer parte desta história. Compartilhe deste momento!

Sou Rio Grande! Sou Paim!

Serviço:
O que: Jantar de apoio a Paulo Paim
Quando: 25/08, quarta-feira
Hora: 20:30
Onde: Variettá Bistrô, que fica no Rua da Praia Shopping

*Com Asscom - PT-POA

13 agosto 2010

Dilma no RS




Dilma recebe apoio de prefeitos, vices, vereadores e candidatos de vários partidos


Porto Alegre/RS - Prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e candidatos de vários partidos deram nesta sexta-feira (13) mais uma forte demonstração do apoio político que a candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Dilma Rouseff, tem no Rio Grande do Sul. Mesmo aqueles que não estão coligados formalmente com o candidato do PT ao governo do Estado, Tarso Genro, foram ao encontro para dizer que nacionalmente estão com Dilma.

A candidata começou o discurso ressaltando o compromisso com as convicções do povo gaúcho. “Sei que nesse Estado se rege antes as convicções do que as conveniências. Por isso, estou feliz de estar aqui. Aqui está refletido o que deve ser a expressão dessa composição pluripartidária que será a base do terceiro governo popular desse país”, afirmou.

Diferenças de projetos

Ela fez questão de mostrar aos aliados a grande diferença que há entre o seu projeto e o dos adversários, que no governo FHC ficou marcado pela estagnação econômica, o desemprego e o descontrole inflacionário. “Queremos que Brasil deixe de ser um país emergente e passe a ser uma sociedade, um país e uma nação desenvolvida. Essa é a síntese do projeto que eu represento”.

A petista questionou a propaganda enganosa dos tucanos que se colocam como bons gestores públicos. “Eu quero lembrar a vocês que começamos o Bolsa Família no ano em que a gente estava passando pelo início mais duro, que era o fato de ter recebido esse país com inflação de dois dígitos e eles terem explodido o endividamento. Eu sempre me pergunto que gestão financeira foi essa. Venderam R$ 100 bilhões do patrimônio público e elevaram a dívida pública para R$ 60 bilhões. Normalmente, quando uma pessoa vende um carro para pagar dívida espera-se que dívida caia. Mas no governo Fernando Henrique não foi o que aconteceu. Venderam [as estatais] e a dívida pública aumentou. Que grande gestão financeira eles fizeram?”, questionou.

Pedágio

Dilma voltou a enfatizar a diferença de modelo de concessão rodoviária feito pelos tucanos e pelo governo Lula. Segundo ela, as concessões feitas em São Paulo, governado pelo PSDB há 16 anos, criam um novo imposto disfarçado.

“Vocês não podem achar que a situação de vocês em matéria de pedágio é grave. Grave é em São Paulo. Vou contar para vocês. Daqui para Santa Maria dá quase 300 quilômetros. Sabe quando custa um pedágio entre São Paulo e Ribeirão Preto [trecho semelhante], são 12 praças de pedágio, R$ 43,35. A ida e a volta são mais de R$ 86. Isso significa que tem dois modelos em questão no Brasil. Nós hoje quando damos uma concessão fazemos pela menor tarifa e eles licitam por quem paga mais. E tudo que paga a mais vai para a tarifa. E isso tem nome: imposto escamoteado. Então, é bom lembrar que todos aqueles que defendem pedágio por outorga estão defendendo mais imposto para sociedade, é imposto escondido”, disse.

Fonte: sítio do PT Nacional

Edição deste blog