30 novembro 2011

#VillaPrefeito!



Villaverde será o candidato do PT à prefeitura de Porto Alegre em 2012

 Na foto acima (tirada nos Altos do Mercado Público da capital,  ao meio-dia de hoje),  o Presidente da Assembléia Legislativa do RS, Deputado Adão Villaverde, rodeado por dezenas de lideranças do PT,  vereadores, deputados, membros do governo gaúcho, assim como por  integrantes do Movimento Comunitário, Sindical e Estudantil, vinculados ao Partido dos Trabalhadores,  que o apoiaram na disputa interna hoje encerrada e que,  agora, não medirão esforços para   vê-lo eleito Prefeito de Porto Alegre nas Eleições 2012.

(Créditos da foto: Tatiana Feldens - PT/Poa)

Raul sai da disputa e Villaverde será o candidato do PT

Raul Pont retira pré-candidatura à prefeitura de Porto Alegre

Adão Villaverde  será  o nome do PT na eleição municipal da Capital 

Porto Alegre/RS - Correio do Povo - O deputado estadual e presidente do PT gaúcho, Raul Pont, confirmou, nesta quarta-feira, a retirada da pré-candidatura para disputar a prefeitura de Porto Alegre para 2012. Ele explicou que o motivo foi não ter alcançado um consenso na sigla e que a atitude é para ajudar na construção da unidade partidária. Com essa decisão, o caminho fica livre para o presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde, concorrer ao cargo pela legenda. A escolha entre os dois parlamentares iria ocorrer no sábado.

Na noite dessa terça-feira, Pont afirmou que continuaria na disputa após longa reunião com apoiadores na sede do Sindicato dos Bancários, mas deixou agendada nova reunião para a noite desta quarta-feira, quando deveria anunciar uma definição. No início da manhã de hoje, a assessoria do partido informou que Pont anunciaria a saída.

Nos bastidores do PT, a informação é de que as correntes que apóiam Pont insistiam para que ele seguisse na disputa, mas que a vontade dele era desistir da corrida pela prefeitura da Capital.

http://www.correiodopovo.com.br/

29 novembro 2011

'Tempos de Planície'



Tempos de Planície

O companheiro José Dirceu, ex-presidente do PT Nacional e ex-ministro Chefe da Casa Civil do Governo Lula esteve lançando seu novo livro 'Tempos de Planície', dia 18/11,  na Livraria Saraiva do  BarraShoppingSul, em Porto Alegre.  Dezenas de lideranças políticas, sindicais, estudantis, companheiros e amigos lá estiveram para prestigiar o evento, adquirir o livro e abraçar Zé Dirceu. 

Segundo o autor, "Tempos de Planície é uma coletânea de 73 artigos que publiquei em vários jornais desde 2006. Além de resumir boa parte do que penso sobre vários assuntos, seu lançamento em cada cidade, em cada Estado, é sempre um ótimo pretexto para rever os amigos e conversar com muitos de vocês."

Após a sessão de autógrafos na Livraria Saraiva,  os convidados direcionaram-se ao Restaurante Copacabana, onde  realizou-se o Ato Político e um concorrido e animado jantar  de confraternização.

*No registro fotográfico (abaixo):  Paulo Accinelli, Paulo Ferreira (membro da Direção Nacional do PT e 1º suplente da bancada federal do PT/RS), Marcelo da Rosa e este blogueiro.



Paulo Accinelli, Paulo Ferreira, Marcelo da Rosa e Júlio Garcia.

28 novembro 2011

Festival Canoas Jazz Mercosul - II


1° Festival Canoas Jazz Mercosul foi um sucesso!
  
Talento de Yamandu marca encerramento do Festival Canoas Jazz

Canoas/RS - Além do canto dos pássaros, o Parque Getúlio Vargas, em Canoas/RS, ganhou no final de semana um som diferente, produzido por grandes talentos do jazz nacional e internacional. O parque virou palco e a música tomou conta do ambiente no encerramento do 1° Festival Canoas Jazz Mercosul, dias 26 e 27 de novembro. Entre as belezas naturais de uma das maiores áreas verdes da cidade, o evento atraiu um grande público que teve a oportunidade de apreciar o trabalho de músicos brasileiros, da Argentina, do Chile e do Uruguai, com entrada franca. Como constatou a publicitária Clarissa Machado, no sábado: "É uma iniciativa maravilhosa. A entrada gratuita para os shows do Festival possibilita o acesso de todos, e ainda neste parque, um lugar encantador."

Inédito, o FestiIval movimentou a cidade através de workshops e pocket shows diários em cinco estações do metrô, entre os dias 21 e 25, além de outras atividades que integraram a programação. Para o secretário de Cultura de Canoas, Flávio Adonis, as apresentações no metrô estão entre os diferenciais do evento. "Levamos a poesia para um lugar de passagem e, por meio dela, conseguimos atingir a autoestima dos canoenses. Sem dúvida nenhuma, a música nas estações é a marca do nosso Festival", afirmou.

Conforme o secretário, as audições comentadas na Audioteca também merecem destaque, porque funcionaram como formação de plateia. Já pensando na 2ª edição do Festival, Flávio Adonis adianta que as audições comentadas irão retornar a partir de março de 2012. "Será uma por mês. Nossa ideia é preparar o público para o ano que vem", avisou.  

Se, no sábado, dia 26, os ouvintes se deliciaram com a sensibilidade do argentino Mariano Otero e a surpreendente música de Hermeto Pascoal, no domingo, 27, não foi diferente. Nomes como o brasileiro Paulo Dorfman e o argentino Ernesto Jodos foram grandes atrações. Muito esperado, o show do violonista e compositor Yamandu Costa fechou o Festival em uma apresentação que impressionou o público, mais uma vez, pela sua criatividade, técnica e talento. Encantado com a iniciativa que "devolve a música para o povo", Yamandu fez um pedido: "Quero voltar no ano que vem para assistir ou participar, como músico ou admirador."

Satisfeito com a boa repercussão do evento, o prefeito de Canoas, Jairo Jorge, destacou que a realização do 1° Festival Canoas Jazz Mercosul é uma conquista da comunidade e disse que a prefeitura fará todo o empenho para que tenha continuidade e ainda mais êxito.

*Fonte: Sítio da Prefeitura de Canoas/RS - Créditos de  Ronaldo M. Botelho - Colaborou: Luana Dalzotto  - Grifos deste blog

- Veja mais em: http://www.canoasjazz.mus.br/

26 novembro 2011

Economia


Provado que histeria tucana e de parte da mídia sobre desemprego e inflação não fazia sentido

José Dirceu*  escreve:.

Como vemos, a taxa de desemprego recém-saída dos computadores do IBGE - divulgada ontem - aferida via Pesquisa Mensal de Emprego feita nas seis maiores regiões metropolitanas do país, indica que ela caiu para o patamar de 5,8% em outubro. É o menor índice no país desde 2002, ano em que o Instituto iniciou essa série histórica de levantamento do desemprego.

Melhor ainda: para o Instituto a taxa de desemprego em nosso país deve fechar o ano com a média mais baixa dessa série histórica. De janeiro a outubro deste ano, a média de desemprego ficou em 6,2%. Em 2010, somados os mesmos 10 meses, a taxa média ficou em 7,0% no Brasil.

Prova, portanto, de que toda a histeria tucana e da parte da mídia, que em parceria torciam por juros mais altos, alardeavam volta da inflação, desemprego, desindustrialização, recessão - o apocalipse, enfim - não fazia sentido.

Já em 2012 voltamos a crescer e a gerar mais empregos

Nem inflação e nem superaquecimento da economia. Muito menos do emprego. O que vemos é o oposto, a redução da inflação a partir de agora, 4º semestre do ano, e certa diminuição do crescimento do emprego. Uma parte dos analistas considera a melhor expressão dessa redução o fato de as empresas ainda não terem contratado os trabalhadores temporários habitualmente absorvidos nessa época do ano.

Mas, vejam, ainda em outubro, registramos a menor taxa de desemprego desde 2002 nas seis maiores regiões metropolitanas do país. Com a redução dos juros que o governo Dilma Rousseff iniciou desde a reunião de agosto pp. do Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central (BC) e uma programação para um maior investimento público e privado em 2012, tudo indica que a economia manterá a taxa de crescimento do PIB superior a 4% no próximo ano.

O quadro econômico nacional, a despeito da crise econômico-financeira externa, indica que voltaremos a crescer e a criar mais de 2,5 milhões de emprego ao ano (média que mantemos praticamente desde 2003, início dos governos Lula e Dilma), um resultado excepcional frente à crise mundial.

25 novembro 2011

Canoas Jazz Mercosul



Festival Canoas Jazz Mercosul

Canoas/RS - O Festival Canoas Jazz Mercosul, que ocorre pela primeira vez no município, conta com a curadoria de Flávio Adonis, Secretário Municipal de Cultura, Sérgio Karam e Marcelo Armani. A programação conta com 43 atividades, entre shows, audições comentada e wokshops. São 35 artistas os responsáveis por levar o jazz, cuja origem é inspirada no blues negro americanos do final do século XIX, à população. Dos brasileiros Hermeto Pascoal e Yamandú Costa, passando pelos argentinos Ernesto Jodos e Mariano Otero e os uruguaios do Trio Fattoruso, o festival apresenta o jazz em suas mais diversas vertentes. O evento é uma realização da Prefeitura de Canoas através da Secretaria Municipal de Cultura e financiada pelo Ministério da Cultura.

Com objetivo de disseminar a cultura e viabilizar o acesso a ela, o Festival Canoas Jazz Mercosul terá uma linha de ônibus especial para transportar o público da Estação Centro do Trensurb até o Parque Getúlio Vargas. O transporte funcionará no sábado (26) domingo (27), das 14h às 23h. Sairá da parada em frente ao Golden Center (Av. Victor Barreto - descendo a passarela da estação no sentido Centro), passando pelo parque, conhecido como Capão do Corvo, onde ocorrem shows dos principais nomes do jazz do Brasil, Argentina e Uruguai.

O valor da passagem é R$ 2,70. Portadores do cartão TEU! Ainda contam com o sistema integrado de transporte, podendo fazer conexão na Linha Canoas Jazz sem pagar uma segunda passagem, desde que no período máximo de 1h30 após o início do primeiro deslocamento. 

*Por Ronaldo M. Botelho, via http://www.canoasjazz.mus.br/  - Edição final deste blog

24 novembro 2011

Encontro Ibero-Americano

I Encontro Ibero-Americano de Conselhos Econômicos e Sociais recebe inscrições

Porto Alegre/RS - Estão abertas as inscrições para I Encontro Ibero-Americano de Conselhos Econômicos e Sociais, que ocorre de 1º a 3 de dezembro, no auditório do Ministério Público (Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80) e no Palácio Piratini (Praça Marechal Deodoro, s/n - Centro), em Porto Alegre. Interessados podem se inscrever gratuitamente no site www.iberoamericaces.rs.gov.br, que também transmitirá os painéis ao vivo.

O evento é aberto à participação de representações e movimentos sociais e de organizações da sociedade civil, estudiosos, acadêmicos e pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa, além de formadores de opinião e meios de comunicação social. Com objetivos de promover a troca de experiências entre os países que possuem conselhos em atividade e estimular a formação de novos espaços com esta concepção, o fórum terá como tema principal o papel da sociedade civil no novo modelo econômico, social e ambiental de governança global.

Ibero-América

O I Encontro Ibero-Americano de Conselhos Econômicos e Sociais é uma realização do Governo do Estado, através do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). A programação foi organizada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República do Brasil e pela Secretaria-Geral Ibero-America (SEGIB), com o apoio dos Conselhos Econômicos e Sociais de Portugal e da Espanha.

A Ibero-América é uma região geográfica que compreende os três países da Península Ibérica (Portugal, Espanha e Andorra) e os da América Latina por afinidade histórica, cultural e linguística (língua espanhola e portuguesa), num total de 22 países, dos quais 19 latino-americanos.   (Por Juliano Meira Pilau - Portal do Governo do RS).  http://www.estado.rs.gov.br/  -  Edição final deste blog

@temporal - Convite


 *Lançamento será amanhã,  sexta-feira, às 21,30 h, na 13ª Feira do Livro de Santiago/RS 

(Clique no Convite para ampliar)

22 novembro 2011

Foi mal...


 
As devidas correções à fala de um ex-presidente
 
Por José Dirceu*
 
Falou demais e fez mal o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao generalizar acusações a ONGs, ontem, em seu pronunciamento no 3º Congresso Brasileiro de Fundações e Entidades de Interesse Social, no Memorial da América Latina, na capital paulista.

O ex-presidente falou sobre o papel do 3º setor no País, quando criticou a relação governo e ONGs hoje e considerou que a visão correta de organização social "é oposta a que está tão em moda, aí, de ONGs que pegam dinheiro para corrupção". Advertiu sobre a "relação delicada" que pode surgir de ONGs ligadas a partidos, acentuando ser necessário  "muito cuidado para que elas não sejam apenas uma extensão do partido".

Fez bem o ministro-secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho (foto), ao corrigir a generalização do ex-presidente. Até porque estas máximas externadas por FHC, se dirigidas ao seu partido, o PSDB, os tucanos ficariam muito mal.

Fala de FHC se aplica ao seu PSDB que vende emendas

O fato é que elas se encaixam como uma luva, poderiam ser aplicadas ao escândalo da venda de emendas parlamentares por deputados tucanos e dos partidos da base que apoiam o governo do PSDB em São Paulo.

O ex-presidente se esqueceu, mas nunca é demais lembrar que o Estado de São Paulo é governado há 20 anos pelos tucanos. Sempre acompanhados em suas administrações por graves denúncias de corrupção, licitações e concorrências públicas dirigidas - há um caso, ainda, agora, envolvendo o metrô paulistano - pagamento de propinas e comissões, e formação de Caixa Dois.

Muito pertinentes, portanto, os reparos do ministro Gilberto Carvalho ao deixar claro que o governo rejeita "o perigoso processo de criminalização" de todo um setor por causa de erros cometidos por uma minoria. "Entendo a fala do (ex) presidente porque, de fato, houve incidência de problemas. Mas essas incidências nós acreditamos que sejam exceções e estão recebendo o devido combate", destacou.

As soluções para o problema da relação ONGs-governo

As soluções para o problema, que realmente é sério como deixam antever os pronunciamentos do Gilberto e do ex-presidente, passam por dois caminhos. Segundo adiantou o ministro, o primeiro é a conclusão, dentro de 90 dias, do marco regulatório da área, já determinada pela presidenta Dilma Rousseff; o segundo, a necessária alteração da atual Lei de Doações ao 3º setor.

A Lei não pode continuar a ensejar absurdos como o citado pelo ministro, do escritor Raduan Nassar, que doou uma fazenda para pesquisas de uma universidade "e, na transferência, teve de pagar R$ 400 mil de imposto". Tem toda razão o Gilberto quando afirma que a remoção desse tipo de exigência pode "estimular o exercício de responsabilidade social de empresas e pessoas físicas".

Já que discutimos marco regulatório e revisão da Lei de Doações, entendo que o melhor é rever toda a sistemática de convênios e patrocínios, toda a legislação a respeito e aumentar os controles sobre as ONGs e congêneres que já são muitos, mas sempre podem melhorar.

Privatização da rede pública de saúde

Sem esquecer que a mudança deve aperfeiçoar, inclusive, e principalmente, o controle de Organizações Sociais de Saúde (OSSs) e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs), às quais os governos tucanos de São Paulo já entregaram mais de 60 hospitais no desmonte que promovem no setor, na privatização da rede pública de saúde do Estado.

Foto Elza Fiúza/ABr 

*Via Blog do Zé Dirceu - http://www.zedirceu.com.br/

21 novembro 2011

Direitos da Pessoa com Deficiência


'Desafio de construir sociedade inclusiva é imenso'

Brasília/DF - Ao falar sobre o lançamento do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (21) que o desafio para construir uma sociedade inclusiva no Brasil é imenso. O mais importante, segundo ela, é acabar com o preconceito.

“A pessoa com deficiência pode viver sem limites desde que nós consigamos eliminar as barreiras que a sociedade coloca no caminho”, ressaltou, durante o programa semanal Café com a Presidenta.

Dilma lembrou que o plano prevê investimentos de R$ 7,6 bilhões até 2014, com o objetivo de melhorar a situação de vida das pessoas com deficiência e reduzir os obstáculos que limitem o convívio social.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que mais de 45 milhões de brasileiros declararam ter algum tipo de deficiência. De acordo com a presidenta, as políticas previstas no plano serão diferenciadas para cada tipo de necessidade, com ações para pessoas de baixa renda, pessoas fora do mercado de trabalho e crianças e adolescentes fora da escola.

A previsão é que sejam comprados 2,6 mil ônibus acessíveis para o transporte escolar. O governo pretende também equipar 17 mil escolas públicas, associações dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e outras instituições de educação especial com salas de recursos multifuncionais.

Dilma destacou que jovens com deficiência que recebem atualmente o Benefício da Prestação Continuada (BPC) e forem contratados como aprendizes poderão continuar no programa por até dois anos. Posteriormente, caso perca o emprego, o retorno ao BPC é imediato.

A partir do próximo ano, está prevista a construção de 45 centros de reabilitação, com serviços especializados em deficiência intelectual, física, visual e auditiva. Outra novidade é que todas as casas do Programa Minha Casa, Minha Vida 2 – destinadas às famílias que ganham até R$ 1,6 mil – serão adaptadas.

“Todas elas terão portas mais largas e corredores e banheiros mais amplos para facilitar a locomoção das pessoas com deficiência”, explicou a presidenta.

Por fim, foi criada uma linha de crédito para a compra de equipamentos como cadeiras de rodas motorizadas, equipamentos que imprimem em braille e lupas eletrônicas. O governo também vai deixar de cobrar impostos sobre equipamentos de saúde e educação destinados a pessoas com deficiência.

“Outra ação muito importante é a criação de cinco centros tecnológicos para treinamento e uso de cães-guia. Vamos criar um centro em cada região do país”, concluiu Dilma.

*Por  Paula Laboissière - Fonte: Agência Brasil - Edição final deste blog

19 novembro 2011

Porque hoje é sábado



Amor Bastante

quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante
basta um instante
e você tem amor bastante

um bom poema
leva anos
cinco jogando bola,
mais cinco estudando sânscrito,
seis carregando pedra,
nove namorando a vizinha,
sete levando porrada,
quatro andando sozinho,
três mudando de cidade,
dez trocando de assunto,
uma eternidade, eu e você,
caminhando junto
 
Paulo Leminski

18 novembro 2011

Educação


Tarso anuncia R$ 44 milhões para recuperação de escolas e garante R$ 2 bi para o piso nacional

Porto Alegre/RS - O governador do Estado, Tarso Genro, acompanhado do secretário da Educação, Jose Clovis de Azevedo, e do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco, anunciou na manhã desta quinta-feira (17) a liberação de R$ 44 milhões para a recuperação e modernização tecnológica da rede pública estadual. Durante o ato, o governador afirmou que, até 2014, o Governo do Estado vai investir R$ 2 bilhões para integralizar o valor do piso nacional ao básico do Plano de Carreira dos professores. Ele garantiu que se houver ruptura com o Cpers não será da parte do Governo, e pediu ao sindicato que mantenha o diálogo (ouça a fala do governador).

O processo de recuperação salarial já teve início, com 10,91% de reajuste em 2011, e seguirá nos próximos três anos até chegar ao piso nacional. "Reafirmamos nosso respeito à categoria e estamos criando as condições necessárias para alcançar o piso. Nunca dissemos que pagaríamos tudo no primeiro ano de Governo. Estamos investindo na Educação, e dando perspectivas reais para nossos compromissos virarem realidade".

Somente em 2011, segundo o secretário Azevedo, serão investidos R$ 520 milhões na recuperação física e em obras escolares, reestruturação de bibliotecas, implantação de laboratórios, formação continuada de mais de 60 mil professores e funcionários, aquisição de materiais didáticos e equipamentos, repasse de recurso direto para as escolas, além de investimentos no ensino técnico. "Esses R$ 44 milhões são apenas para o mês de novembro. Isso comprova nosso compromisso com a modernização tecnológica, um de nossos eixos de atuação", declarou.

De acordo com o secretário Eliezer Pacheco, o Rio Grande do Sul receberá novos investimentos no ano que vem. "Este ano oferecemos 20 mil vagas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Outras milhares de vagas estão previstas para o ano que vem. Ampliaremos nossa parceria", garantiu.

Investimentos 

Do Tesouro do Estado foi anunciada a liberação de R$ 20 milhões. Deste valor, R$ 3,2 milhões atendem à Consulta Popular de 2010/2011, e servirão para aquisição de equipamentos. Outros R$ 3,2 milhões atendem demandas da Consulta Popular de 2004/2011, e serão para obras nas comunidades de Desvio Rizzo, em Caxias do Sul, e Sagrado Coração de Jesus em Cachoeira do Sul. Para equipamentos para cozinha, refeitórios, notebooks para deficiente visual foram liberados outros R$ 11,7 milhões. Ainda dentro deste montante, está previsto R$ 1,8 milhão para o projeto de restauração do Instituto de Educação Flores da Cunha, reforma na Escola Estadual Clotilde Batista/Canoas, e no Centro de profissionais indígenas.

Por meio de parceria com o MEC, foram anunciados um total de R$ 24 milhões. Com estes recursos, serão contempladas 85 escolas técnicas, através de assistência financeira aquisição de equipamentos através de convênios com o MEC pelo Programa Brasil Profissionalizado. Estes investimentos ultrapassam os R$ 3,4 milhões. Mais de R$ 4 milhões vão para ampliação e reformas de 16 escolas com cursos técnicos. Investimentos de R$ 16,6 milhões serão feitos em 34 municípios, beneficiando 39 escolas com 132 laboratórios em escolas com cursos técnicos.

Polos a distância 

 Outro anúncio feito nesta manhã, diz respeito à parceria entre MEC e Secretaria de Educação para o programa E-TEC Brasil, para implantação de 12 polos de educação a distância em escolas estaduais, ofertados pelo IFF-Santa Maria. Os pólos serão nos municípios de Cacequi, Formigueiro, Ivorá, Rosário do Sul, Santa Maria (03), São Francisco de Assis, São Gabriel, São Pedro do Sul e Toropi.  (por Marcela Santos - Foto: Caroline Bicocchi)

Fonte: http://www.estado.rs.gov.br/

Zé Dirceu


 
*Nesta sexta-feira, dia 18/11, às 18,30 h,  no BarraShoppingSul, em Porto Alegre/RS.

(Clique no convite para ampliar)

17 novembro 2011

Dep. Villaverde recebe importantes apoios


  Adão Villaverde recebe apoio da  maioria dos vereadores da bancada do PT

Porto Alegre/RS - Os vereadores Adeli Sell, Carlos Comassetto, Mauro Pinheiro e Aldacir Oliboni, do PT da capital gaúcha,  oficializaram nesta quarta-feira (16/11) apoio ao nome do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Adão Villaverde (PT/RS), para ser o candidato do PT ao Paço Municipal em 2012.  Adeli, Comasseto e Mauro integram  a corrente petista 'Unidade da Luta', da qual também faz parte o deputado Villaverde.

"Sabemos que essa candidatura é não só para ir até o fim, mas para vencer. Tenho certeza que o Villa vem para colocar Porto Alegre no cenário mundial, como uma cidade que inclua, e não que exclua", enfatizou o vereador Engº Comassetto. Já  Oliboni, que pertence à corrente Movimento PT, a mesma da ministra Maria do Rosário, disse que não só defende o nome de Villaverde junto aos petistas e a sua corrente, como está trabalhando fortemente pela pré-candidatura do presidente da Assembleia Legislativa por “coerência política”.

Adão Villaverde
irá disputar a vaga do PT com o também deputado estadual e presidente da sigla no Estado, Raul Pont. O nome será decidido em encontro no dia 3 de dezembro, quando os 350 delegados do PT da Capital irão definir qual dos dois será o  candidato  que representará a sigla  nas eleições majoritárias do próximo ano.

*Com Tatiana Feldens, Asscom PT-POA  - Via Blog do Adeli Sell  e Blog do Comassetto-  Edição final e grifos deste blog

16 novembro 2011

Força, Lula!




*Força, Lula! Dona Marisa Letícia, hoje, fazendo a barba do seu companheiro, que inaugura seu 'novo visual' nesta etapa da luta contra o câncer na laringe. A foto (de Ricardo Suckert) traduz bem o clima de descontração, coragem, determinação e otimismo (tanto de Lula quanto de sua esposa), ingredientes fundamentais para que o ex-Presidente enfrente e supere mais essa adversidade; aliás, como tem feito ao longo de sua vida.
#Teima Lula!

*Blog 'Guerrilheiros Virtuais' (editado pelos comp@s Saroba e Suzana, gaúchos hoje radicados em  Cuiabá/MT) lançou uma oportuna e criativa  'campanha virtual'  - denominada #TeimaLula - no You Tube - somando-se ao companheiro  ator, twiteiro e 'agitador cultural e político' José de Abreu, autor da iniciativa -  recolhendo depoimentos em apoio à plena recuperação do ex-Presidente Lula.

Semana passada, em Porto Alegre (Altos do Mercado Público, centro da capital gaúcha), tive a honra de ser um dos convidados e também deixei meu depoimento, que foi veiculado pelos 'Guerrilheiros Virtuais', pelo  blog 'Desabafo Brasil' (um dos mais acessados da blogosfera), assim como pelos categorizados e combativos  blogues Terra BrasilisOnça-Pintada, Blog da Dilma e no FORÇ@ LULA - TEIM@ LULA. Um verdadeiro 'time de primeira'!  Veja abaixo:

Convite



*Nesta sexta-feira, dia 18/11, em Porto Alegre/RS.

(Clique no convite para ampliar)

15 novembro 2011

Como os EUA praticam a sua 'Democracia'...

Polícia acaba com acampamento do Occupy Wall Street em Nova York

Operação começou às 4h20 (horário de Brasília) e envolveu dezenas de homens; pelo menos 70 pessoas foram presas

Opera Mundi - Uma operação da polícia de Nova York pôs fim ao acampamento do movimento Occupy Wall Street, que há mais de dois meses ocupava uma praça particular de Manhattan, em protesto contra a crise econômica que afeta os EUA e o mundo. Pelo menos 70 pessoas que resistiram à desocupação foram presas pelos policiais, segundo informações da rede norte-americana NBC. O número total de detidos ainda é incerto.

A desocupação atendeu a pedido da prefeitura de Nova York, que disse por meio do Twitter, que os manifestantes poderão voltar para o local posteriormente. A ação, que coincide com ações similares efetuadas pela polícia em outras cidades do país, aconteceu depois que um pequeno grupo de comerciantes e moradores da área foi à Prefeitura para reclamar dos supostos prejuízos gerados pelo acampamento e pediram a desocupação.

13 novembro 2011

Luto


Deputado Chicão morre em acidente de carro

Santiago-RS - Morreu na madrugada deste domingo em um acidente de trânsito o deputado estadual e ex-prefeito do município de Santiago, José Francisco Gorski (PP/RS), aos 54 anos. Chicão (foto), como era conhecido, viajava em seu carro, um Fiat Linea, na BR-287, entre as cidades de Santiago e Jaguari, quando sofreu o acidente que o vitimou.

Segundo informou a Polícia Rodoviária Federal, o carro em que o deputado  viajava com a esposa e o filho pequeno  saiu da pista e bateu em duas árvores, na altura do quilômetro 381, e depois pegou fogo. Chicão faleceu ainda no local do acidente. Sua esposa, Luciane da Silva, foi levada ao Hospital de Caridade de Santiago e submetida a uma cirurgia de abdome para conter um sangramento. No começo da manhã seu estado era estável. Seu filho Marcelo, de três anos, nada sofreu. 

O velório está sendo realizado no CTG Coxilha de Ronda e o sepultamento será amanhã em Santiago. (Com informações do Clic RBS)
....
Nota do Editor: Não tenho palavras para externar meu pesar pela perda do amigo e conterrâneo Chicão. Independentemente de eventuais diferenças políticas e ideológicas, normais na democracia, minha relação com o Chicão, desde a infância e adolescência (fomos vizinhos durante alguns anos) sempre foi da melhor qualidade. Oficialmente o visitei na prefeitura de Santiago durante o Governo Olívio Dutra, quando eu trabalhava na Secretaria Especial do Interior e fui representando o governo do Estado numa reunião para discutir e resolver demandas do município, o que ocorreu a bom termo; depois, estivemos novamente reunidos quando eu estava na CGTEE, no Governo Lula, desta vez numa visita de cortesia juntamente com o presidente da estatal, o companheiro Júlio Quadros. Mais recentemente, durante sua posse como deputado estadual na AL, ele foi um dos poucos parlamentares que eu fiz questão de cumprimentar.
 
Uma enorme perda de uma figura pública importante e, acima de tudo, de um ser humano da melhor qualidade. Santiago, o Rio Grande e o Brasil estão de luto. (Júlio Garcia)

12 novembro 2011

Porque hoje é sábado...



Arte de amar

Se queres sentir a felicidade de
amar, esquece a tua alma.
A alma é o que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar
satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus - ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo estender-se com
outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas
as almas não.

                        (Manuel Bandeira)

10 novembro 2011

'Nenhuma informação é inocente'

  

O poder permanente de derrubar governos

'As ondas de pânico criadas em torno de casos de corrupção, desde Collor, têm servido mais a desqualificar a política do que propriamente moralizar a nossa democracia. Apesar da imensa caça às bruxas movida pela mídia contra os governos, em nenhum momento essa sucessão de escândalos, reais ou não, incluíram seriamente a opinião pública num debate sobre a razão pela qual um sistema inteiro é apropriado pelo poder privado, e, principalmente, porque não se questiona essa apropriação. (...) A corrupção do sistema político merece uma reflexão para além das manchetes dos jornais tradicionais. Em especial neste momento que o país vive, quando a nova democracia completou 26 anos e a política, que é a sua base de representação, se desgasta perante a opinião pública. Este é o exato momento em que os valores democráticos devem prevalecer sobre todas as discordâncias partidárias, pois chegou no limite de uma escolha: ou diagnostica e aperfeiçoa o sistema político, ou verá sucumbi-lo perante o descrédito dos cidadãos. O artigo é de Maria Inês Nassif.

-CLIQUE AQUI para ler, na íntegra, a postagem da jornalista da Carta Maior (texto apresentado no Seminário Internacional sobre o Enfrentamento à Corrupção, dia 7 de novembro de 2011, em Porto Alegre). 

08 novembro 2011

Enfrentamento à Corrupção (II)


Mídia tradicional não quer debate sobre corrupção, diz colunista

Porto Alegre/RS -  Sul21 - Única jornalista dentre os palestrantes do Seminário Internacional de Enfrentamento à Corrupção, a editora e colunista do site Carta Maior, Maria Inês Nassif, disse na segunda-feira (7) que a mídia tradicional não está interessada em promover um debate profundo sobre a corrupção no país. Ela observa que as notícias sobre o tema enfocam apenas escândalos e fogem de questões centrais, como a influência do poder econômico sobre a política. O evento ocorreu no auditório do Ministério Público do RS.

“Muito pouco se fala sobre os corruptores, aqueles que pagam as campanhas políticas e depois cobram o troco”, criticou a jornalista.

Para Maria Inês, essa é a principal discussão que deve ser pautada pelos veículos de comunicação. Ela considera que é difícil provocar esse debate, inclusive entre os próprios jornalistas. “Sempre vem alguém e diz que quem tem essa posição é favorável à corrupção.”

A colunista política considera que a forma como são financiadas as campanhas coloca os governos nas mãos do setor privado e, consequentemente, da mídia. “Com o sistema que existe hoje, é possível desqualificar todo um governo e derrubar um ministro por semana, se essas forem as intenções.”

A jornalista explica que é favorável à divulgação de esquemas de corrupção, mas avalia que a imprensa tradicional não tem feito isso de forma correta, atuando como “um partido de oposição” que busca apenas desqualificar. “A sensacionalização provoca uma onda de pânico e o público já não consegue mais distinguir a parte do todo. É uma desqualificação da política que não serve à democracia.”

Maria Inês considera que pouco irá mudar no país se o debate sobre o financiamento das campanhas não for seriamente tratado. “Vão ficar derrubando governos a vida toda? Precisamos desprivatizar as eleições, isso sim. O poder econômico hoje tem direito a voto”, concluiu.
...

Corrupção só aparece na mídia porque órgãos de controle estão atuantes, defende Spinelli

O titular da secretaria nacional de Prevenção à Corrupção e Informações Estratégicas – vinculada à Controladoria-Geral da União -, Mário Vinícius Spinelli, que também palestrou na segunda-feira no Seminário Internacional de Enfrentamento à Corrupção, disse que os escândalos de corrupção só são divulgados pela mídia porque os órgãos de controle estão atuantes e porque há transparência nas informações do governo federal.

Ele citou o exemplo dos abusos flagrados nas operações de cartões corporativos, no início de 2008, para ressaltar que a transparência provoca as denúncias da mídia e a atuação do governo. “A divulgação só ocorreu porque as informações sobre os gastos eram públicas. O objetivo é justamente esse: que abusos sejam detectados através da transparência”, defendeu.

Porém, ele ressaltou que a condução do caso pela mídia levou a um debate equivocado na época. “Houve uma tentativa de demonizar o cartão corporativo, como se ele fosse o problema, enquanto, na verdade, era a solução. Se não fosse o controle feito pelo governo dos gastos efetuados no cartão, os abusos não seriam facilmente detectados.”
...
 

Não basta apenas o Estado combater a corrupção, orienta Diniz


Gerente da W3C no Brasil, ONG que prega a utilização da internet como forma de tornar os governos mais abertos, Vagner Diniz foi um dos painelistas do Seminário Internacional de Enfrentamento à Corrupção e defendeu a transparência como forma de combate às irregularidades praticadas por agentes públicos.


Ele considera que o Estado não tem condições de combater sozinho a corrupção. E aponta que a internet pode ser a ferramenta ideal para propiciar a ampliação do controle social sobre os governos. “Não basta o governo fazer o combate à corrupção. O Estado democrático moderno pressupõe uma sociedade civil fortemente organizada e as novas tecnologias têm um potencial enorme para propiciar a participação das pessoas.”  (por Samir Oliveira)


*Via sítio Sul21 - Edição final e grifos deste blog.

Porto Alegre/RS - Eleições 2012


Vereador Adeli Sell retira-se da disputa interna do PT

Porto Alegre/RS - O vereador Adeli Sell (também Presidente do PT da capital gaúcha e o primeiro petista a lançar-se como pré-candidato do partido para concorrer à prefeitura de Porto Alegre nas próximas eleições), surpreendeu hoje informando que, em nome da unidade partidária, está abrindo mão de continuar postulando sua candidatura à prefeito.

Como o deputado Federal Henrique Fontana e a Ministra Maria do Rosário também já haviam desistido de concorrer, restam agora no páreo petista os deputados Raul Pont e Adão Villaverde, que mantém seus nomes à disposição do partido.

O vereador Adeli Sell, através de uma  Nota postada em seu blog,  explicou os motivos da desistência  de sua pré-candidatura, cuja íntegra divulgamos à seguir:

"Peço desculpas por não poder ser o teu candidato a prefeito

Desde a última eleição, muitas pessoas me procuraram e me pediram para eu ser o candidato do PT em 2012, seja pela minha trajetória ao longo dos últimos 15 anos de mandato como vereador da cidade; pela passagem exitosa que tive pela Smic; ou pela condução singular que desempenho na presidência do partido.

Antes de qualquer coisa, gostaria de agradecer a todas(os) que apoiaram a minha pré-candidatura, seja através de E-mail, reuniões, agendas e redes sociais.

Meu pedido de desculpas se justifica porque envolvi muitas pessoas no processo, de dentro e de fora do partido, dedicando algum grau de frustração àqueles que queriam ver um nome atuante no cotidiano da cidade entre os candidatos ao Executivo Municipal. Sempre pautei minha vida pela agenda pública, me submetendo às decisões do partido. Por isso, em nome da unidade e do projeto partidário optei por retirar o meu nome da disputa.

Cabe a mim, agora, presidindo o partido com isenção como sempre fiz, tentar reunir todos (as) em torno do vencedor do pleito interno do dia 03 de dezembro; coordenar o processo para que possamos, com ousadia e campanha eficiente, voltarmos ao Paço Municipal, construindo junto com os demais companheiros de partido nosso plano de governo, no qual mostraremos que há vários caminhos para um processo de modernização da Capital.

Como coordenador deste processo, quero ajudar a equipe de preparação de nosso programa mostrando que é possível garantir saúde para todos com uma nova gestão; que é possível garantir segurança, fazendo parceria com o governo estadual e federal, com políticas eficazes de combate ao crime e pela inclusão social, concomitantemente. Quero apontar todos os meios para fazer o trânsito fluir, dando atenção especial a obras que desobstruiriam vias, como trataria de forma alternativa o transporte coletivo de massas, dentre muitas outras ideias que tenho para a nossa cidade.

Assim, peço desculpas e, ao mesmo tempo, paciência e empenho na jornada que sempre é contínua, como é também meu trabalho, minha postura ética e minha coragem.

Adeli Sell

Militante, Vereador e Presidente do PT em Porto Alegre"

07 novembro 2011

Enfrentamento à Corrupção



Seminário Internacional Sobre Enfrentamento à Corrupção

O governador Tarso Genro participou, nesta segunda-feira (7), da conferência Democracia e Corrupção na Crise do Modelo Social Europeu, no primeiro dia do Seminário Internacional sobre Enfrentamento à Corrupção, que acontece até esta terça-feira no auditório do Ministério Público, na Capital.

Ao contextualizar o tema, Tarso lembrou que, no caso brasileiro, a corrupção ganhou espaço a partir das reformas políticas iniciadas na década de 1970 com "privatizações selvagens". "Foram revogados diversos direitos sociais e reduzidas drasticamente as funções do Estado", considerou.


O governador também denominou como "simplificação perigosa" a atribuição dos casos de corrupção à coalização político-partidária. "Essa é uma visão simplista e sem nenhuma fundamentação, voltada contra a política e contra a democracia." O Chefe do Executivo acrescentou que "existem governos que encobrem e outros que revelam e combatem abertamente os casos de corrupção", afirmando que nunca houve um combate tão forte contra a corrupção como a protagonizada atualmente pelo poder público.

O professor de Direito do Trabalho e Trabalho Social da Universidade de Castilla-La Mancha, da Espanha, Antonio Baylos, enfatizou que a corrupção se distingue como uma atividade política criminosa que utiliza o poder público para aproveitamento próprio. Ao reconhecer o aumento da corrupção na Espanha e na Europa, Baylos lembrou que este processo começou com o ingresso do país na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em 1986. "Foram criadas políticas públicas que favoreceram interesses privados, numa espécie de corrupção da democracia".


Antonio Baylos lamentou as reações dos governos nacionais europeus, que se curvaram às imposições das instituições financeiras europeias "em nome das chamadas reformas estruturais, que causam privatizações, demissões em massa e reduções salariais"....

Autoridades enfatizam necessidade de integração no enfrentamento da corrupção

Palestrantes da conferência As Instituições no Enfrentamento à Corrupção, o ex-procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, e o delegado da Polícia Federal Luiz Fernando Correa, apresentaram uma reflexão sobre o trabalho realizado pelo Ministério Público e pela Polícia Federal no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. Ambos foram contundentes ao enfatizar a importância da integração entre as instituições de controle e fiscalização do dinheiro público.


O delegado Luiz Fernando Corrêa acredita que houve uma considerável evolução no processo de investigação desses crimes no Brasil. "O que me deixa otimista é ver esses órgãos unificados e independentes, ampliando essa rede de investigações". Corrêa manifestou, porém, a necessidade da participação de outros órgãos no processo, como os Ministérios Públicos Estaduais e as Polícias Civis. "Esse trabalho em rede é necessário porque os corruptos se aproveitam dessa desarticulação das instituições para agir", alertou.

Procurador-geral da República entre 2005 e 2009, Antonio Fernando de Souza acredita que a população só terá condições de reagir contra a corrupção quando tiver a noção exata do prejuízo que ela ocasiona. "Com o dinheiro desviado, seria possível construir 300 mil leitos de hospital por ano, mas a população ainda não consegue se indignar com isso". O ex-procurador enfatizou a importância das redes sociais para proporcionar o conhecimento e causar a indignação e a mobilização da população.

Mediador do debate, o presidente da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), João Ricardo dos Santos Costa, criticou a cobertura da mídia, que, segundo ele, permite as generalizações em relação ao tema. "Ao generalizar, a imprensa tira da sociedade os seus instrumentos de controle e tira credibilidade de nossas instituições, ao mesmo tempo em que blinda o corrupto, colocando-o no mesmo patamar do agente honesto". Costa defendeu ainda a Lei da Ficha Limpa, que, segundo ele, cria um requisito fundamental para o ingresso na vida pública.


O Seminário Internacional sobre Enfrentamento à Corrupção prossegue na manhã desta terça-feira (8), a partir das 9h30, no auditório do Ministério Público, em Porto Alegre (Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, 80). A conferência Combate à Corrupção no Estado Democrático de Direito será conduzida pelo chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage Sobrinho.

(Por Juliano Pilau - Edição final e grifos  deste blog - Foto: Felipe Martini - Via Portal  Governo do RS)

06 novembro 2011

Poética


Poética


Estou farto do lirismo comedido
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente
protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.


Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário
o cunho vernáculo de um vocábulo.
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis


Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico


De todo lirismo que capitula ao que quer que seja
fora de si mesmo


De resto não é lirismo
Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante
exemplar com cem modelos de cartas e as diferentes
maneiras de agradar às mulheres, etc


Quero antes o lirismo dos loucos
O lirismo dos bêbedos
O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
O lirismo dos clowns de Shakespeare


- Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.

                                            Manuel Bandeira

05 novembro 2011

Democratização da Mídia


“Regulação e Liberdade de Expressão”

Porto Alegre/RS - Cumprir uma série de aspectos previstos pela Constituição de 1988, até hoje negligenciados, seria um enorme passo rumo à democratização dos meios de comunicação. Este foi o entendimento unânime entre os seis palestrantes do painel “Regulação e Liberdade de Expressão”, realizado na tarde desta quinta-feira (3), na Escola Superior da Magistratura (ESM), parte da programação do seminário Democratização da Mídia.

Entendimento resumido no gesto do ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social Franklin Martins, que brandiu a Constituição ao final de sua fala, ressaltando que para democratizar a comunicação não é preciso defender nada que não esteja previsto pela Carta Magna.

O ex-ministro contou que o jurista Fabio Konder Comparato tem uma ação no STF contra o Congresso, pela omissão dos parlamentares que até hoje não regulamentaram a maior parte dos trechos da Constituição que dizem respeito à comunicação. Já se vão mais de 20 anos. Franklin Martins também jogou duro com os grandes veículos que tentam “interditar o debate” sobre a regulação da mídia.

“Como as leis não são cumpridas, existe um ambiente de vale-tudo. Não querem que haja um debate aberto, público, transparente sobre comunicação”, disse. Esta interdição do debate, feita geralmente com a imprensa acusando quem luta pela regulação de tentativa de censura, também foi fortemente criticada por ele. “Dizer que regulação é censura é conversa mole, para boi dormir. Sou visceralmente contra a censura, lutei contra a ditadura do início ao fim e me orgulho muito disto. Enquanto alguns aceitaram a ditadura, aceitaram até mesmo a autocensura. E quando o povo pediu democracia, se insurgiram contra o povo”. (...)

-CLIQUE AQUI para ler na íntegra (via sítio do PT/RS).

04 novembro 2011

Seminário Internacional


*Dias 7 e 8/11,  no Auditório do Ministério Público, em Porto Alegre/RS.

(Clique no 'folder' para ampliar)

03 novembro 2011

A Reforma Política em debate na TVE/RS

 

Programa Frente a Frente recebe o deputado federal Henrique Fontana


Porto Alegre/RS - O entrevistado do Frente a Frente desta quinta, 03/11, às 22h, é o deputado federal Henrique Fontana (PT/RS). No programa, ele aborda a reforma política no Brasil, e explica sobre o anteprojeto da reforma na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, do qual é relator. Além disso, fala das mudanças que são propostas junto ao sistema político do País, dando destaque à importância do financiamento público das campanhas eleitorais como forma de minimizar a corrupção.

Participam da bancada Leandro Rodrigues, chefe de reportagem da Rádio Bandeirantes, Benedito Tadeu Cezar, editor do Portal Sul21 e Flávia Bemfica, repórter do jornal Correio do Povo e do portal Terra.

O Frente a Frente também é transmitido pela rádio FM Cultura, que pode ser sintonizada pela frequência 107,7, ou pela internet, acessando o site www.tve.com.br.

O programa tem apresentação de Vitor Dalla Rosa e produção de Sandra Porciúncula

*Fonte: TVE e Boletim Eletrônico do Gabinete do Deputado Henrique Fontana - PT/RS

Edição final e grifos deste blog