30 novembro 2011

Raul sai da disputa e Villaverde será o candidato do PT

Raul Pont retira pré-candidatura à prefeitura de Porto Alegre

Adão Villaverde  será  o nome do PT na eleição municipal da Capital 

Porto Alegre/RS - Correio do Povo - O deputado estadual e presidente do PT gaúcho, Raul Pont, confirmou, nesta quarta-feira, a retirada da pré-candidatura para disputar a prefeitura de Porto Alegre para 2012. Ele explicou que o motivo foi não ter alcançado um consenso na sigla e que a atitude é para ajudar na construção da unidade partidária. Com essa decisão, o caminho fica livre para o presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde, concorrer ao cargo pela legenda. A escolha entre os dois parlamentares iria ocorrer no sábado.

Na noite dessa terça-feira, Pont afirmou que continuaria na disputa após longa reunião com apoiadores na sede do Sindicato dos Bancários, mas deixou agendada nova reunião para a noite desta quarta-feira, quando deveria anunciar uma definição. No início da manhã de hoje, a assessoria do partido informou que Pont anunciaria a saída.

Nos bastidores do PT, a informação é de que as correntes que apóiam Pont insistiam para que ele seguisse na disputa, mas que a vontade dele era desistir da corrida pela prefeitura da Capital.

http://www.correiodopovo.com.br/

4 comentários:

Luís disse...

Eu, como otimista que sou, no segundo-turno de 2012 espero não ter que escolher entre o atual sucateador da prefeitura e a aventura PCdoB.

Luís disse...

Esqueci de prestar uma justa homenagem ao Raul, que, afinal, saiu engrandecido da disputa. Ele capitaneou um movimento interno que garantiu protagonismo para o PT, na eleição em POA.
A grande questão é que esse protagonismo político é uma necessidade para os trabalhadores deste país, não só para a população de POA, e não para garantir holofote para candidato ou emprego para alguém... e ainda me espanta que a circunstância de uma aliança eleitoral aqui ou ali tape tanto a visão mais ampla de determinados dirigentes...
Assim, espero que a disputa política seja feita, na próxima eleição, para o bem da cidade e dos seus trabalhadores - para que tenham opção, antes de mais nada.

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Tenho plena concordância contigo, comp. Luís. Grande abraço e obrigado pela visita e comentário!

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Tenho plena concordância contigo, comp. Luís. Grande abraço e obrigado pela visita e comentário!